Notícias

13º Consinpro debate rumos da educação no Brasil

Professores de escolas particulares de todo o estado participaram, nessa sexta e sábado, do 13º Congresso do Sinpro Minas (Consinpro), cujo tema foi “Educação para a soberania: desafios e perspectivas”. Realizado em Lagoa Santa, na região metropolitana de Belo Horizonte, o congresso reuniu pesquisadores e especialistas para discutir assuntos relativos ao cotidiano da carreira docente, como a educação a distância, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), a educação inclusiva e as recentes alterações no mundo do trabalho, decorrentes da reforma trabalhista e da terceirização.

Valéria Morato, presidenta do Sinpro Minas
Valéria Morato, presidenta do Sinpro Minas

Durante o evento, os professores também debateram ações para enfrentar as diversas tentativas de precarizar as condições de trabalho e vida da categoria. Na abertura, a presidenta da Sinpro Minas, Valéria Morato, agradeceu a presença de todos e manifestou preocupação com o cenário político atual. “Agradeço a presença de cada uma e de cada um de vocês. Essa atitude, por si só, já demonstra a nossa preocupação com o momento atual, de ataque aos nossos direitos, por parte de um governo que prioriza o capital financeiro ao capital humano. E também demonstra nossa responsabilidade no enfrentamento dessa realidade, para restaurar não só a democracia, mas nossos direitos e políticas sociais que atendam a maioria do povo brasileiro. Estar aqui hoje representa uma vitória. É uma demonstação da nossa força, da nossa garra, da nossa disposição para prosseguir lutando”, ressaltou a presidenta.

consinpro web

Na palestra de abertura, o sociólogo Emir Sader abordou os desafios para a construção de uma educação que seja transformadora e promova o pensamento crítico e a diminuição das desigualdades sociais. Ele destacou que o país vive um momento decisivo, de escolha entre dois projetos opostos de nação: um que busca a inclusão, a distribuição das riquezas e a preservação de direitos sociais, e outro que privilegia a elite econômica e marginaliza diversos setores da sociedade.

Tais projetos, avalia Emir Sader, trarão impactos distintos para a educação e as condições de trabalho e vida dos professores. “A educação boa é aquela que gera consciência, que combate a alienação, que possibilita a emancipação. Acho que esse é o papel da educação. Gerar soberania é gerar pessoas capazes de serem soberanas. Este congresso tem um papel importante por tematizar isso em um momento decisivo para o Brasil. Estamos às vésperas de uma decisão importante que vai decidir também o futuro da educação do nosso país”, ressaltou o sociólogo.

Neste sábado (29/9), o programa de TV do Sinpro Minas, o Extra-Classe, vai exibir a cobertura dos principais debates que foram feitos no 13º Consinpro. Não perca! Devido ao horário eleitoral, o programa está sendo exibido em novo horário: aos sábados, às 19 horas, com reprise na quarta-feira, às 5 horas.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha