Notícias

17 universidades federais estão sob risco de parar em 2022

1 de agosto de 2022

Levantamento realizado pelo jornal O Globo, em reportagem de Bruno Alfano, aponta que 17 universidades federais estão sob risco de interromper suas atividades até o fim do ano por conta dos cortes de verbas promovidos pelo governo Jair Bolsonaro. Entre elas, estão as universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ), da Bahia (UFBA), do Pará (UFPA) e de Juiz de Fora (UFJF).

Em 2022, as federais tiveram mais de R$ 400 milhões cortados em recursos discricionários. Estes são diferentes dos recursos obrigatórios, como salários, pois podem ser remanejados. Com os cortes, gastos básicos não podem ser cobertos, como água e luz.

A UFRJ consegue pagar suas contas somente até setembro. “A expectativa é de que as empresas ainda prestem serviço no mês de outubro. Mas se nada acontecer em termos de recomposição orçamentária, em novembro e dezembro podemos ter que suspender contratos e interromper as atividades em toda universidade”, informou a instituição.

“Não há mais o que cortar, o que reduzir de despesas”, informou a UFPA.

A lista das universidades ameaçadas conta também com Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal de Alfenas (Unifal), Universidade Federal de Lavras (UFLA), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Universidade Federal para a Integração Latino-Americana (Unila), Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Universidade Federal do Rio Grande (Furg), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Após os bloqueios, a UFSC “estaria com o seu funcionamento comprometido até meados do mês de novembro”.

Fonte: Estudantes Ninja / Mídia Ninja

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha