Notícias

Abaixo a repressão aos estudantes!

O Sinpro Minas repudia a ação da Polícia Militar de Minas Gerais contra estudantes, funcionários e professores da UFMG, na manhã desta sexta-feira (18/11), durante protesto contra a PEC 55 que vai congelar investimentos públicos em áreas como saúde e educação.

Nada justifica a truculência e a violência desmedida da polícia para reprimir os manifestantes com o uso de balas de borracha, spray de pimenta e gás lacrimogênio. A manifestação ocorria de forma pacífica na portaria do campus Pampulha, na avenida Antônio Carlos, em Belo Horizonte e algumas pessoas foram agredidas e feridas.

Tanto as ocupações das escolas contra a PEC 55 como as manifestações em solidariedade aos estudantes que lutam por melhores condições de vida para o povo brasileiro são direitos democráticos que interrompidos colocam o país em estado de exceção.

O ocorrido na manifestação da UFMG é inadmissível e uma afronta aos direitos democráticos, afinal o território de uma universidade federal não pode ser invadido pela Polícia Militar. Fato que deve ser denunciado às autoridades e devidamente apurado.

Sinpro Minas

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha