Notícias

Ato pelas Diretas Já e Congresso da UNE reúnem milhares em BH

O ato pelas Diretas Já em Belo Horizonte mobilizou mais de 40 mil pessoas na última sexta-feira, dia 16 de junho. Realizado junto com o Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), o ato começou com caminhada pelas ruas centrais até a Praça da Estação, onde vários músicos e artistas (Fernanda Takai, Aline Calixto, Pereira da Viola, Sérgio Pererê, Titane, Marina Machado, Vítor Santana, Celso Adolfo, Flávio Renegado, Maurício Tizumba, entre outros) puxaram palavras de ordem contra Michel Temer e a favor da educação.

“Se a gente consegue agregar políticos, outros artistas, entidades, organizações sejam quais forem, a gente precisa achar pontos em comum. Nosso ponto em comum agora, imediatamente, é tirar o Temer e ter Diretas Já”, pontuou a cantora Fernanda Takai, da banda Pato Fu.

“Estamos aqui pela restauração da ordem democrática no Brasil, por um movimento estudantil igualitário e contra a agenda de retrocessos imposta por essa corja ilegítima que assaltou o poder”, afirmou o estudante Dhonata Melo, da Universidade Federal do Sul da Bahia, que participou do ato e veio participar do Congresso da UNE.

Organizaram o ato pelas Diretas Já, a UNE, a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo por entenderam a urgência da luta por eleições diretas no país. Pelas regras atuais, caso o presidente Michel Temer, suspeito de corrupção, formação de quadrilha e obstrução da Justiça, seja retirado, sua substituição dever ser feita por eleição indireta, já que a vacância ocorre nos dois últimos anos de mandato. Duas propostas, que tramitam na Câmara e no Senado, podem mudar a Constituição, instituindo eleições diretas para presidente e vice também nos últimos anos de mandato.

Unidade em defesa do Brasil

O 55º Congresso da UNE, realizado entre 14 e 18 de junho em BH, elegeu a nova diretoria da entidade, aprovou resoluções, ampliou a campanha pelas Diretas Já e chamou greve geral para o dia 30 de junho. O encontro em Belo Horizonte reuniu mais de 15 mil estudantes e mostrou a força e a unidade do movimento estudantil brasileiro.

A estudante de Pedagogia da UNEB (Universidade do Estado da Bahia), Marianna Dias (25), natural de Feira de Santana (BA), foi eleita presidenta da entidade durante a Plenária Final do encontro, realizada no Ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte. A nova presidenta reforçou a unidade entre as forças populares e do movimento estudantil para derrotar o governo de Michel Temer. “Só será possível transformar o Brasil que a gente vive se tivermos muita unidade. Eu tenho a convicção que com a força de sete milhões de universitários desse Brasil nós seremos vitoriosos”.

Fonte: UNE e Portal Vermelho

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia