Notícias

Comissão rejeita poupar professores na reforma da Previdência

Por Folha de S. Paulo

A comissão especial da reforma da Previdência rejeitou poupar os professores do endurecimento de regras de aposentadoria.

Por 30 votos a 18, o colegiado derrubou a tentativa do PL, partido independente ao governo, e que queria manter os critérios de aposentadoria atualmente em vigor para profissionais do sistema de ensino.

Hoje, não há idade mínima para professores da rede privada se aposentarem, mas apenas a exigência de 25 anos, se mulher, e 30 anos, se homem, de tempo de contribuição.

Na rede pública de ensino, a regra é diferente: há uma idade mínima —50 anos (mulher) e 55 anos (homem).

O presidente Jair Bolsonaro propôs que professores teriam que completar 60 anos de idade para se aposentar.

Por pressão de partidos, o relator da reforma da Previdência na Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP), suavizou essa proposta.

Ele passou a prever que professoras poderiam se aposentar com 57 anos, mas manteve a idade mínima de 60 anos para professores.

O PL queria que a reforma da Previdência não incluísse medidas mais duras para professores e professoras. Mas, por maioria, a comissão rejeitou a alteração proposta pelo partido.

Apesar da derrota, o PL poderá tentar novamente poupar a categoria na votação da reforma no plenário da Câmara.

Depois que a análise da reforma da Previdência for concluída na comissão, o texto segue para o plenário e pode ser alterado com apoio de 308 dos 513 deputados.

Clique aqui e saiba quem votou contra os professores na reforma da Previdência.

Confira os deputados mineiros que votaram na comissão especial a favor da reforma da Previdência:

dep. mineiro contra a previdênciadep mineiro contra a previdênciadep. mineiro contra a previdência social
parlamentar mineiro contra a Previdência

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha