Notícias

Distribuição de bolsas em 2022

A distribuição de bolsas de estudos em 2022 será feita por todas as regionais do sindicato. Serão distribuídas bolsas de ensino básico, superior, pré-vestibular, idiomas, cláusula 21, cursos preparatórios e livres para escolas em todas as cidades do estado (com exceção de Juiz de Fora).

Primeira parte
O processo será feito em duas etapas. A primeira delas tem o objetivo de regularizar possíveis pendências financeiras e é destinada aos professores que se encontram em uma das situações abaixo:

a) contratados por uma nova escola (clique aqui e confira os documentos que serão necessários);

b) demitidos (clique aqui);

c) se as escolas não estiverem descontando no contracheque a contribuição mensal do Sinpro Minas (clique aqui);

d) estiverem de licença INSS ou licença sem remuneração (clique aqui).

Os professores que vão pedir bolsas para escolas localizadas em Belo Horizonte e região e que estiverem em uma das situações acima deverão enviar e-mail para o setor de Taxas (taxas@sinprominas.org.br), com os respectivos documentos solicitados, que podem ser acessados no “clique aqui” de cada situação.

Já os docentes que vão pedir bolsas para escolas nas demais cidades do estado e que se encontram em uma das situações acima deverão enviar os documentos para o e-mail da regional do sindicato que abrange o município onde a instituição de ensino está localizada (clique aqui e confira os e-mails das regionais).

Os documentos devem ser enviados entre 13 de dezembro e 28 de janeiro. Essa primeira etapa é destinada exclusivamente para resolver possíveis pendências financeiras, com o objetivo de agilizar o atendimento presencial e evitar aglomeração. Não serão aceitos pedidos de bolsas nesta etapa.

O sindicato vai responder, por e-mail, com as informações de como proceder para regularizar a pendência, caso ela exista.

Segunda parte: distribuição

Aguarde mais informações em breve (com exceção das regionais de Uberaba e Uberlândia).

Clique aqui e confira o calendário das regionais de Uberaba e Uberlândia (cidades abrangidas pela CCT Triângulo Mineiro). Excepcionalmente, em razão da CCT 2021/23, por imposição dos donos das escolas na região, não seguiremos o calendário único do estado de Minas Gerais.

A distribuição dos benefícios seguirá os mesmos critérios usados nas ocasiões anteriores – número crescente de matrícula no Sinpro Minas e ordem das chamadas (1ª, 2ª e 3ª chamadas).

Clique aqui e saiba mais sobre os critérios de distribuição de bolsas.

Importante:
Na distribuição, todos os professores deverão enviar ao sindicato os seguintes documentos:

– Carteira profissional atualizada (foto, qualificação civil e todos os contratos de trabalho até a última página em branco);

– Cópia dos 3 últimos contracheques (referentes ao/aos contrato/os de trabalho vigente/es);

– Cópia da carteira de identidade ou certidão de nascimento do aluno/bolsista;

– Cópia da certidão de casamento (caso o cônjuge seja o beneficiário da gratuidade);

– Comprovante de matrícula ou mensalidade do aluno/bolsista.

Para solicitar bolsas em escolas nas demais cidades do estado, os documentos deverão ser enviados para o e-mail da regional do sindicato que abrange a cidade onde a instituição de ensino está localizada (clique aqui e confira os e-mails das regionais).

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia