Notícias

Escolas profissionalizantes podem ser fechadas

A ordem do ministro da economia, Paulo Guedes, é meter a faca no Sistema S, composto pelo Sesi (Serviço Social da Indústria) e o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Para o economista, membro do governo do presidente Jair Bolsonaro, é necessário reduzir os gastos, e uma das suas medidas é cortar as verbas destinadas ao sistema em até 50%.

Responsáveis pelo treinamento profissional, o Sesi e o Senai calculam que uma redução de 30% nos recursos do sistema representaria um corte de 1,1 milhão de vagas em cursos profissionais oferecidos pelo Senai por ano, o que resultaria no fechamento de 162 escolas de formação profissional da entidade.

Se a medida for tomada, causará um impacto em que as entendidas calculam em 498 mil vagas a menos para alunos do ensino básico ou na educação de jovens e adultos do Sesi.

Fonte: SeeB Bahia / Do Portal CTB

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia