Notícias

Gilson Reis participa do Programa Assembleia Debate

8 de maio de 2009

O prof. Gilson Reis, presidente do Sinpro Minas, o deputado Carlin Moura (PcdoB), a deputada Maria Lúcia Mendonça (DEM) e Luiz Aureliano Gama, coordenador representante da Secretaria de Estado da Educação discutiram o  Plano Decenal de Educação no Programa Assembleia Debate, exibido pela TV Assembleia no dia 6 de maio. Reprises do programa serão exibidas no sábado (10/05) às 22h30, domingo às 13h e na 2ª feira às 23h.

 

O debate discorreu sobre os pontos do Plano e as expectativas para a inclusão das propostas de mudanças, que serão votadas nos próximos dias 13, 14 e 15, na etapa final do Fórum em Belo Horizonte.

O presidente do SinproMinas Gilson Reis defendeu um Plano que traga mais investimentos para a educação e para a valorização profissional e que seja um projeto de nação. Para o sindicalista, é necessário resgatar a necessidade de intervir e dar mais condições de educação a parcela da população que necessita.Questionado sobre o planejamento do Projeto, Luiz Aureliano afirmou que foi baseado em uma análise regional, e logo após foram feitos encontros que culminaram no Congresso da educação. Para o coordenador p Plano se deu de forma democrática, participativa e plural.O deputado Carlin Moura, que acompanhou os oito Fóruns regionais, constatou que em todos os encontros os movimentos sociais afirmam que o projeto inicial vem de uma construção coletiva duvidosa. “Todos alegam que os movimentos foram ouvidos mas as propostas não foram acatadas”, salientou Carlin.O deputado criticou ainda a defasagem e a demora na apresentação do Plano. Para ele, o que o governo quis foi se eximir de um Plano de educação na sua gestão. “O governo não quis a responsabilidade de ter que assumir um Plano para dez anos, e apresentou isso, um projeto com a cara do governo, completamente voltado para uma educação mercadológica.Carlin afirmou que uma educação universal é aquela que visa acabar com as desigualdades, que visa a valorização profissional, que contribui para a cidadania, entre outros. Ele ainda apontou falhas, tais como, a proposta de uma educação focalizada em detrimento a universalização e citou como exemplo a insistência das “Escolas Referências” nos moldes em que se encontram. A deputada Maria Lúcia concordou com o deputado e afirmou, “todas as escolas devem ser referência”.Maria Lúcia afirmou que todas as propostas serão votadas pela Comissão. “O que precisamos é de propostas e não críticas desconstrutivas e faremos o possível para incorporar todas as propostas”. A deputada, que é presidente da Comissão de Educação anunciou ainda que no Fórum final, a relatoria será divida entre todos os deputados que integram a Comissão.>> As inscrições para a etapa final do Fórum Técnico vão somente até sexta-feira, dia 08/05. Podem ser feitas pelo site hhttp://www.almg.gov.br ou pessoalmente na Rua Rodrigues Caldas, 30, Santo Agostinho. >> A etapa final acontecerá no plenário da ALMG dias 13, 14 e 15 de maio. Com informações do gabinete do Deputado Carlin Moura 

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha