Notícias

Greve continua na rede estadual de ensino

27 de abril de 2010

Os professores e demais trabalhadores da rede estadual de ensino de Minas Gerais decidiram continuar a greve iniciada no dia 08 de abril. A decisão foi tomada na última assembleia.

 

A principal reivindicação da categoria é a implementação do piso salarial de R$ 1.312,85 por uma jornada de trabalho de 24 horas semanais. Esse valor é reivindicado para os professores com nível médio de escolaridade. A remuneração base dos demais trabalhadores será calculada de acordo com a tabela dos planos de carreira.

 

Em nota, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-Ute) esclarece que o vencimento inicial de carreira para efeito do piso nacional é de R$ 369, 89, bem abaixo do salário mínimo. Agregando-se os penduricalhos (gratificações), o valor não ultrapassa R$ 935,00 para jornada de 24 horas semanais.

 

A diretoria do Sind-Ute enfatiza que o governo de Minas não cumpre a Lei do Piso. Isso exigiria estabelecer vencimento inicial de carreira em R$ 1.312,85, observado um terço da jornada definida no edital de concurso público para as horas-atividades dos professores.

 

Os trabalhadores em educação se reúnem, mais uma vez, na próxima quinta-feira (29/04), para definir os rumos do movimento. O encontro será realizado no Pátio da Assembleia Legislativa de Mnas Gerais, às 14h.

 

Serviço:

Assembleia da categoria dos trabalhadores em educação

Data: 29/04/2010 (quinta-feira)

Horário: 14h

Local: Pátio das Bandeiras, ALMG

Endereço: Rua Rodrigues Caldas, 30, Bairro Santo Agostinho

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha