Notícias

Ministros fecham acordo para criar Banco do Sul

11 de outubro de 2007

Um acordo entre ministros de Economia e Finanças de sete países da América do sul – Brasil, Venezuela, Bolívia, Equador, Paraguai, Argentina e Uruguai – definiu a data para assinatura da ata da fundação do Banco do Sul. A documento será assinado no dia 3 de novembro, em Caracas, capital da Venezuela, mas o estatuto deve demorar cerca de 60 dias para ficar pronto.

O banco poderá financiar governos e empresas e terá como prioridade a integração da América do Sul. A princípio, os empréstimos serão aprovados apenas para os países filiados. De acordo com o ministro da Fazenda brasileiro, Guido Mantega, é possível que o banco inicie suas atividades já em 2008. Ainda não estão definidos o capital nem as cotas de participação de cada país, e, segundo Mantega, os projetos de infra-estrutura regional serão a prioridade do novo banco.

Na última reunião, que aconteceu no Palácio do Itamaraty, em 8 de outubro, o ministro de Finanças da Venezuela, Rodrigo Cabeza, afirmou que um dos primeiros projetos a ser analisado pela nova instituição será o da construção do Gasoduto do Sul, que liga a Venezuela à Argentina, passando pelo Brasil. A reunião contou com a participação dos ministros Guido Mantega, do Brasil; Miguel Gustavo Peirano, da Argentina; Luis Alberto Catacora, da Bolívia; Fausto de La Cadena, do Equador; Manuel Alarcón Säfstrand, do Paraguai; Mario Bergara, do Uruguai, e Rodrigo Cabeza, da Venezuela.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha