Notícias

Professores/as de Viçosa buscam apoio da administração municipal

Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

O Sinpro Minas e o Sindicato Único dos/as Trabalhadores/as em Educação (SindUTE), se reuniram com representantes do executivo municipal de Viçosa no dia 17/02, quarta-feira, para discutirem sobre a necessidade da imunização dos profissionais da educação e sobre os impactos da pandemia no setor.

Os dois sindicatos, que juntos representam todos/as os/as trabalhadores/as da educação na cidade, oficializaram junto ao município a solicitação de que os/as professores/as sejam considerados integrantes do grupo prioritário para a imunização, após a vacinação dos profissionais da saúde, idosos e pessoas com comorbidades. Os representantes dos sindicatos abordaram a importância da educação e do retorno à sala de aula com segurança para todos/as.

“Vários estudos mostram que o ambiente escolar é um ambiente de grande potencial de transmissão e, por isso, o retorno com segurança só será possível mediante a vacinação. Em relação aos impactos da pandemia, o executivo municipal se prontificou a tomar todas as medidas para que os profissionais da educação municipal possam ter melhores condições na execução do trabalho remoto, incluindo a compra de equipamentos necessários para tal”, afirmou o diretor do Sinpro Minas, professor Idelmino.

O SindUte solicitou ao executivo que os profissionais da rede municipal recebam um auxílio de trabalho remoto para cobrir parte dos custos com internet e energia, uma vez que hoje estão arcando sozinhos com esses gastos e o município economizando com luz, água, material de limpeza e inclusive com o auxílio-transporte dos profissionais. Os representantes do Executivo se comprometeram a fazer um estudo da viabilidade financeira da proposta.

Ao final da reunião, todos chegaram ao entendimento de que mesmo após a vacinação, a elaboração de um protocolo será necessário para a segurança de toda a comunidade escolar. Portanto, novas reuniões serão realizadas entre os representantes dos sindicatos e da administração municipal para a construção conjunta deste protocolo.

Participaram da reunião, além do professor Idelmino, a coordenadora geral do SindUTE Viçosa Rosa Reis, e a diretora do SindUTE Viçosa Rosângela Souza.

Representando o Executivo estavam presentes o superintendente de governo Luan Campos Monteiro, a secretária de Educação Marly Franco, o secretário de Saúde Dr Júlio César Cotta, e o procurador geral do Município Adriano de Castro.

Comentários (0)

Deixe um comentário