Notícias

Trabalhadores e estudantes ocupam as ruas de Brasília contra a PEC 55

A votação em primeiro turno da PEC 55 no Senado nesta terça-feira (29/11), reúne centenas de trabalhadores, estudantes e movimentos sociais em Brasília. Professores e estudantes de ocupações  de Belo Horizonte seguiram em caravana para Brasília e participam do ato hoje.

A manifestação denuncia a PEC 55 que simboliza uma sentença de morte para a educação e a saúde públicas, entre outras políticas sociais. Além da PEC, o governo também propõe a MP 746/16 que visa reformular o ensino médio de forma extremamente unilateral, sem diálogo com estudantes e trabalhadores da educação.

As milhares de ocupações pelo país lutam contra todos esses retrocessos de forma combativa. Os estudantes não abrem mão do futuro e não aceitam tantos assaltos aos direitos do povo. Os trabalhadores da educação, também resistem com greves e paralisações.

Por isso, dia 29 de novembro é dia de ocupar as ruas de Brasília e lutar contra a PEC 55, contra a MP 746 e o projeto de lei da Mordaça. Seremos milhares por nenhum direito a menos!

Marcha contra a PEC 55 – 29/11/16 – Brasília

16h Concentração no Museu da República

17h Marcha rumo ao Congresso

Prejuízos ilimitados

O ato na capital federal tem o apoio de centenas de movimentos, entidades e centrais, como a Contee, a CTB, a UNE, a UBES, a CNTE, a UBM, a CUT entre diversas outras organizações.

Para o presidente da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo, a aprovação da PEC 55 acabará com a política de valorização do salário mínimo, os investimentos sociais, os concursos públicos, a indexação das aposentadorias ao salário mínimo, e trará outros impactos negativos para população brasileira.

“Quem mais sofre com isso é o povo. Esse governo vai se revelando cada vez mais a serviço dos interesses do grande capital, da mídia oligopolista e de todo esse sistema vicioso”, afirmou Araújo. A CTB convocou os sindicatos da base, como o Sinpro Minas, para apoiar o ato desta terça-feira (29/11).

Na capital paulista, movimentos sociais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo realizam ato no Masp contra a PEC 55 a partir das 17h. No domingo (27/11), ato realizado pela Frente Povo Sem Medo reuniu cerca de 40 mil pessoas na avenida Paulista protestando contra a PEC 55 e reivindicando a saída de Michel Temer da presidência.

Com Portal Vermelho e Frente Brasil Popular

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha