Notícias

Professores do setor privado fazem nova assembleia e podem entrar em greve

Após decidirem entrar em estado de greve, durante assembleia realizada na manhã do dia 19, professoras e professores das escolas privadas voltam a se reunir às 17h desta terça-feira, 24, no hall da Assembleia Legislativa, para avaliar possíveis mudanças na contraproposta patronal e definir os rumos da campanha reivindicatória. Caso os patrões insistam em tentar impor prejuízos absurdos na convenção coletiva, a categoria pode entrar em greve.

A convenção coletiva em discussão abrange cerca de 3 mil escolas em Minas e 900 em Belo Horizonte, sendo que, no último dia 19, as maiores delas pararam. A CCT alcança ainda cerca de 60 mil docentes no estado e cerca de 20 mil na capital. A última greve da categoria ocorreu em 2011, quando o sindicato patronal tentou acabar com as bolsas de estudo e a categoria mobilizada conseguiu barrar este retrocesso.

Nesta terça-feira está prevista nova rodada de negociações entre representantes dos sindicatos dos professores e das escolas, às 15h, na sede da entidade patronal, na Rua Araguari, 644, no Barro Preto. Durante esta reunião os professores farão uma vigília diante do sindicato dos donos de escolas e dali partem para a assembleia da categoria no Espaço Democrático da Assembleia Legislativa.

O Sindicato patronal quer mexer em praticamente todas as 50 cláusulas da convenção coletiva, que contém conquistas históricas, assim como acabar com o adicional por Tempo de Serviço, o quinquênio, o direito a bolsas de estudo nas instituições em que o/a professor/a não leciona, além de querer impor uma mudança no calendário de férias, reduzindo-as e acabar com o intervalo (recreio) entre as aulas.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha