Notícias

Professores exigem pagamento de multa para voltar às aulas

18 de fevereiro de 2009

 

Os professores da Infórium podem encerrar o movimento grevista nesta quarta-feira (18). A retomada das atividades acadêmicas depende apenas de uma posição favorável da faculdade, em relação ao pagamento de 10% de multa sobre os salários e encargos trabalhistas em atraso. A decisão foi tomada em assembleia, no dia 17/2, no Sinpro Minas.

 

Na ocasião, os educadores discutiram a proposta de acordo feita pela universidade. A proposição da escola foi pelo pagamento do passivo trabalhista em quatro parcelas, com início no mês de março e final em junho.  

Os professores decidiram que só voltam às salas de aula se a escola aceitar as condições impostas pelos professores, ou seja, pagar as parcelas com incidência da multa prevista na convenção coletiva de trabalho.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha