Notícias

Programação de setembro homenageia o cineasta Joaquim Pedro de Andrade

26 de agosto de 2009

A programação de setembro do Cineclube Joaquim Pedro de Andrade presta uma homenagem ao cineasta Joaquim Pedro de Andrade, um dos maiores expoentes do Cinema Novo brasileiro. Confira a programação completa e participe!Cineclube Joaquim Pedro de AndradeRua Tupinambás, 179 – 14º andarCentro – Belo Horizonte/MGEntrada franca – Informações: 3115-3000

Programação – setembro de 2009Especial Joaquim Pedro de Andrade

 

  • Dia 01 – terça-feira – 19 horas – Os InconfidentesDireção: Joaquim Pedro de Andrade (1972) – 76 min.Reconstituição da Inconfidência Mineira que contesta versões oficiais sobre o episódio histórico. Com base nos Autos da Devassa, em poesias de Cecília Meireles e dos Inconfidentes, o filme trata da posição de intelectuais diante da prática de políticas revolucionárias.Debatedora: Mariza Guerra de Andrade – Historiadora

  • Dia 08 – terça-feira – 19 horas – O Homem do Pau-BrasilDireção: Joaquim Pedro de Andrade (1981) – 102 min.“Comédia, delírio rigoroso sobre a vida, paixão e obra do revolucionário escritor modernista Oswald de Andrade, representado simultaneamente por um ator e uma atriz, Ítala Nandi e Flávio Galvão. Os dois Oswalds partilham com Juliana Carneiro da Cunha, Regina Duarte, Cristina Aché, Dina Sfat e Dora Pellegrino as mesmas camas e idéias, até que estas os separem. Com a devoração de Oswald-macho pelo Oswald-fêmea, dá-se a criação da ‘mulher do pau-brasil’, líder da revolução que instalará o matriarcado antropófago como regime político do país”. Joaquim Pedro de Andrade Debatedora: Jussara Ferreira – Professora e comunicadora

  • Dia 15 – terça-feira – 19 horas – Garrincha, alegria do povo Direção: Joaquim Pedro de Andrade (1963) – 58 min.Tratando o futebol como fenômeno social, o documentário mostra a beleza do jogo do ídolo, o sofrimento, a euforia dos torcedores e denuncia usos políticos da paixão popular pelo esporte.Debatedor: Alexandre Pimenta Marques – Jornalista e mestre em Audiovisual pela UFMG.

  • Dia 22 – terça-feira – 19 horas – MacunaímaDireção: Joaquim Pedro de Andrade (1969) – 105 min.Com a adaptação da rapsódia de Mário de Andrade, o filme inova a estética do Cinema Novo ao incorporar elementos da chanchada, através da atuação de Grande Otelo, e utilizar o kitsch do Tropicalismo para transfigurar fatos da vida política que invadem o relato épico das andanças de Macunaíma entre figuras da mitologia popular brasileira. Filme emblemático do final da década de sessenta, Macunaíma atualiza o legado do modernismo e estabelece a tão buscada relação do Cinema Novo com o grande público.Debatedor: Aerton Silva – Professor de Literatura Brasileira e diretor do Sinpro Minas.

  • Dia 29 – terça-feira – 19horas – Guerra ConjugalDireção: Joaquim Pedro de Andrade (1975) – 88 min. “Guerra Conjugal ilustra crônicas de psicopatologia amorosa na civilização do terno-e-gravata, ainda vigente na mitológica e ubíqua cidade de Curitiba, onde medram flores de plástico e elefantes de louça podem surgir a qualquer momento”. Joaquim Pedro de Andrade.Debatedora: Daniela Giovana Siqueira – Mestre em História e Culturas Políticas (UFMG) e professora do curso de Cinema e Vídeo do Centro Universitário UNA de Belo Horizonte. 

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha