Notícias

Sinpro assegura liminar contra alteração unilateral de contrato pela PUC Minas

O SINDICATO DOS PROFESSORES DO ESTADO DE MINAS GERAIS ajuizou ação trabalhista em face à SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA – Mantenedora da PUC MINAS, uma vez que a instituição há poucos dias alterou unilateralmente os contratos de trabalho dos professores da pós-graduação, com a imposição de marcação do ponto, fora do horário de aula.

A medida é abusiva e ilegal, haja vista que os professores jamais tiveram tal obrigação e os contratos sempre vigeram sem tal ônus aos docentes, gerando alteração lesiva, vedada pelo artigo 468 da CLT.

A ação foi distribuída para a 31ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, e nela buscamos a imediata anulação da mudança, inclusive em caráter liminar.

Em 11 de outubro de 2019 foi deferida liminar declarando nulidade da alteração contratual e determinando a suspensão imediata da medida que altera dos contratos de trabalho dos professores da pós-graduação, ou seja, a determinação de que os docentes em regime serem obrigados a comparecer a PUC para assinarem ponto, não pode ser mais exigida.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha