Notícias

Sinpro Minas manifesta apoio aos professores do Colégio Santo Agostinho

O Sinpro Minas manifesta apoio aos professores do Colégio Santo Agostinho e reafirma que a autonomia pedagógica do docente, um dos pilares da construção do saber, precisa ser respeitada, conforme prevê a legislação educacional em vigor.

Recentemente, alguns poucos pais de alunos, orientados por uma interpretação enviesada, fizeram críticas à proposta pedagógica da escola de abordar o tema diversidade sexual e gênero em sala de aula.

Trata-se de uma leitura equivocada e que desconsidera o fato de que a escola, por ser um dos principais espaços formativos na sociedade, não pode se furtar a debater com os alunos e toda a comunidade escolar os diversos assuntos que a permeiam.

Tal postura desse pequeno grupo de pais também não leva em consideração o amplo conhecimento dos professores, capazes de promover a formação ampla e integral dos estudantes, e a dimensão cidadã dessa proposta pedagógica.

Tratar desse tema no ambiente escolar é fundamental para a busca de uma sociedade mais inclusiva e de qualidade, pautada pelos princípios dos direitos humanos e do respeito às diferenças, tão necessários nos dias atuais.

Dessa forma, o Sinpro reitera o apoio aos professores da instituição de ensino e se coloca à disposição para eventuais ações em defesa da autonomia profissional e dos direitos da categoria.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia