Notícias

Sinpro movimenta Semana do Meio Ambiente em Belo Horizonte

6 de junho de 2008

Nessa quinta-feira (5/6), fechando a programação da semana do meio ambiente, o Cineclube Joaquim Pedro de Andrade exibiu o filme Surplus, dirigido por Eric Gandini. O longa metragem critica abertamente o consumismo e relaciona os atuais padrões de produção e consumo dos países ricos à destruição do meio ambiente. Após a exibição, a mestre em Sociologia e doutora em História Social, Nilcea Moraleida Bernardes, conduziu um intenso debate com a platéia. De acordo com a professora, o filme faz pensar no absurdo das situações de consumo, que violentam as pessoas e a natureza. Para Nilcea, é necessário ir além das políticas convencionais para construir novos significados, um imaginário diferente para um mundo diferente.ConscientizaçãoHá 36 anos, a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente, realizada em 1972 em Estocolmo (Suécia), instituiu o dia 5 de junho como o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para marcar essa data, o Sinpro Minas promoveu, entre os dias 3 e 5 de junho, uma intensa programação educativa, que marcou a Semana do Meio Ambiente em Belo Horizonte. Para abrir as atividades, na terça-feira (3/6), às 19h, foi exibido o filme Chico Mendes – Eu quero Viver. Após o filme – que registra a luta de um dos grandes defensores da ecologia no Brasil -, foi feito um debate com o professor e filósofo acreano José Rodrigues.Na manhã de quarta-feira (4/6), uma intensa movimentação na Praça Sete marcou o segundo dia da programação. A ação reuniu ecologistas, sindicalistas, artistas, professores, estudantes e outras pessoas que passavam pela praça. Na ocasião, foram distribuídos os adesivos da Campanha A Amazônia é nossa e quatrocentas mudas de plantas nativas de Minas Gerais, cedidas pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF). Em seguida, o Grupo Parangolé de Mobilização Social apresentou uma esquete teatral com o título O Rio Inventa Estórias, cujos protagonistas são o rio São Francisco e seus afluentes. Logo após a apresentação teatral, o professor Marco Eliel, que é também diretor do Sinpro Minas, ministrou uma aula pública sobre o tema Exploração mineral, espoliação ambiental.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha