Notícias

Nota de pesar pelo falecimento da ex-presidenta do Sinpro Minas Inês Teixeira

1º de agosto de 2022. A Educação anoitece chorando. As lágrimas escorrem pelo coração, sem controle: Inês Assunção de Castro Teixeira nos deixa, depois de um longo período de luta pela vida.

Quem é Inês Teixeira? Mulher, educadora, professora, escritora, lutadora, solidária, amiga, sindicalista, sincera, humana.

Difícil encontrar uma palavra que a defina, pois todas se tornam pequenas diante da grandeza dessa mulher que nos deixa.

Mineira de Oliveira, vem para Belo Horizonte, atua no movimento estudantil e de mulheres, luta contra a ditadura dos anos sessenta e em oitenta, pela anistia, contra a fome e a miséria dos brasileiros e brasileiras.

Em 1979, já professora da PUC Minas, faz parte do movimento de retomada do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas), do setor privado, e integra a primeira diretoria. Inês Teixeira foi a primeira mulher presidenta do Sinpro Minas, entre 1983 e 1986.

Anos mais tarde, torna-se professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde continuou a dedicar-se à valorização docente e a uma educação libertadora, inclusiva, de qualidade, gratuita, para todos e todas e socialmente referenciada.

Quem não se lembra da leveza, garra, coragem e firmeza de Inês em nossas lutas? Fica hoje um vazio na categoria, mas tenho certeza de que essa luta permanecerá em todas e todos nós por um Brasil democrático, soberano, com valorização da educação e do povo brasileiro.

Tomamos emprestado este trecho, do poema “Valioso tempo dos maduros”, de Mário de Andrade, para homenagear a nossa Inês Teixeira:

Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa.

Sem muitas cerejas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana: que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade, quero caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.

O essencial faz a vida valer a pena.

E para mim, basta o essencial!

VÁ EM PAZ, INÊS.

Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais – Sinpro Minas

COMENTÁRIO

4 respostas

  1. Não consigo expressar a minha tristeza. A primeira professora que me acolheu na pós graduação no Laseb/UFMG. No primeiro dia de aula nos disse: que bom que estão aqui, professores. Quero reencontrá-los no mestrado. E eu a reencontrei. Agradeço de coração pelo seu incentivo. Fará falta, professora Inês Teixeira.

    1. Ficou a saudade e a gratidão! INESquecível Professora que de uma forma amorosa, culta, poética e demasiadamente humana me ensinou tanto na Pós graduação da UFPB. Pra sempre em meu coração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha