Notícias

BH vacina professores da educação básica e superior a partir desta terça (1º/6) 

Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

A prefeitura de Belo Horizonte começa a vacinar, a partir desta terça-feira (1º/6), professores e demais trabalhadores de escolas públicas e particulares da capital dos níveis fundamental, médio, ensino de jovens e adultos, profissionalizante e superior (confira abaixo a programação e os documentos necessários).   

No entanto, a administração municipal não contemplou na escala os professores de escolas de idiomas e de cursos pré-vestibulares, nem informou o motivo da exclusão.  

O Sinpro Minas enviou na manhã desta terça-feira um ofício à prefeitura, questionando o porquê dessa decisão e pedindo a inclusão dos docentes na etapa de vacinação. “É um absurdo, não faz sentido nenhum. São todos professores, voltaram a trabalhar presencialmente e estão expostos aos riscos do coronavírus no ambiente escolar. Também vamos discutir essa exclusão com o Ministério Público do Trabalho nesta quarta-feira, quando teremos uma reunião no órgão”, declarou Valéria Morato, presidenta do Sinpro Minas.   

De acordo com a prefeitura, a vacinação será em postos fixos e extras, das 7h30 às 16h, e em postos de drive-thru, das 8h às 16h. Os endereços estão disponíveis no portal da prefeitura (clique aqui), e a escala será a seguinte:  

Terça-feira, dia 1º: trabalhadores do ensino fundamental com 18 anos ou mais completos até 30 de junho; 

Quinta-feira, dia 3: trabalhadores do ensino médio, profissionalizante e EJA com 18 anos ou mais completos até 30 de junho; 

Sexta-feira, dia 4, e sábado, dia 5: trabalhadores do ensino superior com 18 anos ou mais completos até 30 de junho. 

“A vacinação é uma luta que começamos no início deste ano, quando enviamos às prefeituras ofícios pedindo que os trabalhadores e trabalhadoras da educação fossem imunizados de forma prioritária. À prefeitura de Belo Horizonte, por exemplo, o ofício foi encaminhado no dia 21 de janeiro. Vamos continuar os esforços para que todos da área educacional sejam vacinados e, assim, possamos voltar com segurança às salas de aula”, disse Valéria Morato. 

De acordo com a prefeitura de Belo Horizonte, quem for se vacinar deve apresentar documento de identidade com foto, não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 14 dias e não ter tido Covid-19 com início de sintomas nos últimos 30 dias. 

Comprovante de vínculo
No momento da vacinação, é preciso apresentar apenas um dos documentos abaixo, que comprove o vínculo com a instituição de ensino na capital: 

– Comprovante de pagamento (contracheque) emitido nos últimos 3 meses; ou  

– Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) com especificação da função; ou  

– Contrato de trabalho; ou  

– Declaração de vinculação ativa como trabalhador da educação emitida pelo estabelecimento de ensino. 

 

Comentários (0)

Deixe um comentário