Notícias

Professores de Idiomas rejeitam proposta patronal e fazem nova assembleia

Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Na tarde dessa sexta-feira (2/7), os/as professores/as das escolas de Idiomas em todo o estado se reuniram em assembleia virtual com o Sinpro Minas para deliberar sobre a proposta apresentada pelo Sindilivre, tendo em vista um acordo para fechar a CCT 2021.

No início da assembleia foi feita uma avaliação das rodadas de negociação entre as comissões do Sinpro e a do Sindilivre. Em seguida foi apresentada a proposta patronal, que condicionou a manutenção da CCT vigente à aprovação das seguintes alterações nas cláusulas econômicas: 2% de reajuste somente a partir de setembro e 1,5% em fevereiro de 2022, sem retroatividade.

Logo após a fala da diretoria do Sinpro foi dada voz aos professores/as, que consideraram a proposta patronal muito abaixo das expectativas, da realidade da inflação e dos gastos que a categoria tem com as aulas remotas. Os/as docentes também se sentiram indignados porque não têm sido minimamente valorizados.

Assim, deliberaram pela rejeição da proposta do Sindilivre e pela autorização ao Sinpro Minas para que siga nas negociações em torno da melhoria da proposta e reafirmaram a necessidade do reajuste salarial incidir em 2021, pois as perdas têm se acumulado ao longo dos anos.

 

Nova assembleia

Sinpro convoca professores e professores dos cursos de idiomas para a assembleia virtual nesta quinta-feira, dia 15 de julho, às 18 horas.  A proposta é seguir com a discussão sobre as negociações com o SindiLivre. Participe!

Acesse este link para entrar na reunião

 

 

Comentários (0)

Deixe um comentário