Notícias

Vitória em Viçosa: trabalhadores/as da educação serão vacinados/as

Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

A mobilização do Sinpro Minas junto a outras entidades pela vacinação dos/as professores/as e demais trabalhadores/as da educação no município de Viçosa resultou em uma importante conquista. Na última terça-feira, 01/06, o setor de Atenção Primária em Imunizações, da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou o pré-cadastro para a vacinação contra a Covid-19 de trabalhadores/as da Educação, nos níveis básico e superior.

Ao preencher o formulário, o/a trabalhador/a deve informar nome da instituição (pública ou privada), área de atuação e se corresponde à educação básica ou superior, além disso, deve informar dados pessoais  (nome, idade, sexo, data de nascimento, telefone).

De acordo com informações da Prefeitura, seguindo as orientações do Governo de Minas, primeiro serão vacinados os/as trabalhadores/as da Educação Infantil (creche e pré-escolas). Em seguida, serão os do Ensino Fundamental, Médio, Profissionalizante e EJA. Finalizada a vacinação dos profissionais do nível básico, serão convocados os do superior. A vacinação ocorrerá segundo as faixas etárias de 55 a 59 anos, de 50 a 54, de 45 a 49, de 40 a 44, sucessivamente, até os que possuem 18 anos. A previsão é que os/as trabalhadores/as da educação comecem a ser vacinados/as a partir da segunda quinzena deste mês de junho.

Clique aqui para acessar o formulário!

Conquista

É importante relembrar que a vacinação dos/as trabalhadores/as da educação é fruto da luta em defesa da vida. No caso de Viçosa, desde quando a Prefeitura previa a volta às aulas presenciais, o Sinpro Minas e outras entidades em defesa da educação buscaram construir um diálogo para que esse retorno fosse construído de forma segura, o que trazia como reivindicação a vacinação prioritária dos/as profissionais da educação.

Em reunião realizada em fevereiro deste ano com representantes da Prefeitura, as entidades protocolaram a solicitação de prioridade da vacinação. “Entendemos que o retorno normal das atividades se dará somente após a vacinação de trabalhadores/as de educação e com adoção de protocolos rígidos para que os estudantes que quiserem voltar para a sala de aula possam se sentir seguros”. Essa foi uma das declarações do diretor do Sinpro Minas Idelmino Silva ao Jornal Folha da Mata, quando foi protocolada a reivindicação.

Para o Sinpro Minas, a vacinação de professores/as em Viçosa, assim como em outros municípios, representa uma conquista histórica. Lutar pela educação é lutar pela vida!

 

 

Comentários (0)

Deixe um comentário