Notícias

Sinpro Minas se reúne com prefeitos para garantir a segurança de professores/as

Enviar por e-mail
Imprimir página Imprimir agora
Tamanho das letras A+ A-

Na tarde da última quinta-feira, 18/02, representantes do Sindicato dos Professores do estado de Minas Gerais, Sinpro Minas, se reuniram com o prefeito de São Lourenço Walter José Lessa, a vereadora Patrícia Lessa e a secretária de Educação Mariane Silva Papini, para debater sobre o retorno às aulas de forma presencial e híbrida. Citaram algumas questões relevantes para a construção do protocolo sanitário, bem como a vacinação dos/as professores/as para o retorno presencial seguro.

Nesta sexta-feira, a reunião foi no município de Alfenas, com o prefeito Luiz Antônio da Silva e parte do seu secretariado. A diretora Mônica Cardoso argumentou que o Sinpro Minas não é contra o retorno presencial e sabe da importância do vínculo entre alunos/as e professores/as para a aprendizagem, porém, segundo ela, “o retorno precisa acontecer de forma segura e no momento certo.”

Ambos os prefeitos, deram abertura para a participação do Sinpro para inserir novos itens nos protocolos sanitários. Os vereadores Patricia Lessa de São Lourenço e Carlinho Vardema de Alfenas prometeram se empenhar para contribuir com o retorno seguro para toda a comunidade escolar, inclusive farão um acompanhamento das imunizações para que consigam inserir os trabalhadores da Educação no grupo prioritário de vacinação o mais rápido possível.

O Sinpro Minas tem se esforçado pra manter aberto este canal de diálogo com as prefeituras, tendo em vista a segurança da categoria no possível retorno às aulas presenciais.  Já houve reuniões com as prefeituras de Alfenas, Campanha, Poços de Caldas, São Lourenço e Varginha. Além das reuniões com as administrações municipais, vereadores de Alfenas, Campos Gerais, Lavras, São Lourenço, Três Corações, Três Pontas e Varginha receberam um ofício do Sinpro e se comprometeram a fazer indicações para as prefeituras inserirem os professores no grupo prioritário de vacinação.

Segundo o dirigente sindical, Aerton Silva, “este canal aberto de comunicação entre o sindicato, representante da classe trabalhadora, as secretarias de Educação, vereadores e prefeitos tem sido essencial para que coletivamente, com o envolvimento de toda a comunidade escolar, possamos retornar às aulas com segurança para alunos/as, professores/as, demais trabalhadores/as da educação e famílias, resguardando a vida e saúde de todos/as.”

O Sinpro Minas tem se esforçado pra manter aberto este canal de diálogo com as prefeituras, tendo em vista a segurança da categoria no possível retorno às aulas presenciais.

Comentários (0)

Deixe um comentário