Notícias

Professores da Unincor/Betim deflagram greve

26 de novembro de 2008

   Os professores da unidade Betim da Unicor comunicam que, diante de uma situação limite de desrespeito e descumprimento das leis trabalhistas pela instituição de ensino, decidiram paralisar as atividades docentes por tempo indeterminado. A decisão foi tomada na assembléia da categoria ocorrida no dia 25 de novembro. Hoje 26/11, às 19 horas, os professores voltam a se reunir para avaliar o movimento.

   Com um histórico de descumprimentos dos direitos trabalhistas que se arrastaram ao longo do ano, inclusive com ações na Justiça do Trabalho, a Unincor também atrasa os salários, desrespeitando professores e alunos. A escola prometeu que ia pagar o salário de outubro na última sexta-feira, o que não cumpriu, prometendo uma nova data a cada reunião. Agora, mesmo que o pagamento referente ao mês de outubro seja efetuado pela universidade, os professores não estão dispostos a voltar às aulas sem a resolução das pendências anteriores. Pois com o recesso, os problemas ficarão pendentes e somente serão tratados em fevereiro do ano que vem e isso é inadmissível, uma vez que todos têm cumprido os seus compromissos de ministrarem aulas, prezando pela qualidade do ensino.

   A greve é um direito legítimo dos trabalhadores, principalmente quando há um rompimento do contrato de trabalho pelo empregador. Além disso, essa paralisação é um exemplo de cidadania para os alunos. Não dá para brincar de faz de conta, quando a situação é extremamente grave. 

   Mais do que lutar por melhores condições de trabalho e por dignidade, os professores da Unicor/Betim desejam a melhoria do ensino na instituição e de forma alguma querem prejudicar os alunos. Não dá para arrumar “jeitinhos” em lugar de soluções definitivas, pois isso degenera e precariza as relações de trabalho. As lutas organizadas têm como objetivo tornar transparente os conflitos sociais e fazer a democracia avançar.

   Portanto, o Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais convoca a todos para se unirem nessa luta pela valorização da categoria e em defesa da educação.

Sinpro Minas

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha