Notícias

Professores da Univale suspendem a paralisação

11 de outubro de 2007

Os professores da Univale de Governador Valadares decidiram, em assembléia realizada nessa terça-feira (9/10), suspender a paralisação das aulas após o pagamento dos salários de agosto e setembro terem sido feitos na última sexta-feira (5/10).

O movimento, vitorioso, forçou a direção da universidade a regularizar a situação. A paralisação, iniciada em decorrência do não pagamento do salário de agosto, durou cerca de uma semana.  A assembléia também autorizou o Sinpro Minas a abrir negociação com a direção da universidade sobre o descumprimento de cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), entre eles o não repasse, desde 2005, dos índices de reposição salarial e o não pagamento de multas por atraso nos salários.

Os professores exigem também que os salários sejam pagos até o quinto dia útil do mês subseqüente, conforme determina a legislação trabalhista. Caso o pagamento do salário de outubro não seja efetuado até essa data, uma nova assembléia será realizada no dia 9 de novembro – às 9h e às 19h, no auditório do Campus II –, com o objetivo de discutir os rumos do movimento.  

Diante do ocorrido, os professores da Univale agradecem a compreensão de toda a comunidade valadarense e esperam que as demais pendências sejam resolvidas o mais breve possível.

 

 

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha