Notícias

Sinpro homenageia mulheres que lutam pela igualdade de gênero

18 de agosto de 2008

O Sinpro Minas promoveu, nessa quinta-feira (14), em parceria com a União Brasileira da Mulher (UBM/MG) e o Movimento Popular da Mulher (MPM), um evento, em sua sede, em homenagem a mulheres que se destacam na luta pela igualdade de gênero. Cerca de 150 pessoas compareceram ao evento, que homenageou 15 mulheres, entre elas a promotora de Justiça Laís Silveira, a artista plástica Yara Tupinambá, a pedagoga Elisa Tito, a coronel Luciene Albuquerque e a deputada federal Jô Moraes. Na ocasião, foi realizado o lançamento do segundo número da Revista Elas por Elas, uma publicação do Sinpro Minas que retrata a realidade do universo feminino.

Durante o evento, os presentes fizeram uma votação simbólica de apóio à criação de Juizados Especiais de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. As homenageadas elogiaram a iniciativa do sindicato de fomentar o debate sobre questões de gênero por meio de uma publicação.
“Vocês fazem parte desta luta de transformação profunda da sociedade. As mulheres ainda enfrentam graves problemas, como a tripla jornada de trabalho, as relações desiguais no ambiente profissional, entre outros. Por isso, precisamos sempre estimular o debate sobre as questões de gênero”, disse o presidente do Sinpro Minas, Gilson Reis.
Para Lavínia Rosa, diretora do sindicato e membro do Conselho Editorial da revista, a publicação é uma forma de ampliar a discussão em torno do assunto. Ela destacou a necessidade de os sindicatos e demais entidades pautarem a luta pelos direitos das mulheres trabalhadoras.
Depois de elogiar a iniciativa do Sinpro, a deputada Jô Moraes disse que o evento é reflexo de um momento no qual as mulheres, mesmo sob adversidades, conseguem mostrar que são capazes. “Ao fazer isso, o sindicato se posiciona a favor do povo”, ressaltou a parlamentar.
“Estou na casa onde comecei a minha militância, e o que nos une é a certeza de fazer um país mais justo, com educação de qualidade para todos os meninos e meninas do Brasil”, disse a professora de História e secretária de Educação Básica do Ministério da Educação, Maria do Pilar Almeida, uma das homenageadas. Para a homenageada Gilda Almeida, integrante da direção nacional da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), “a mulher está no mundo do trabalho e precisa ter os mesmos direitos do homem”. No final do evento, os presentes dançaram ao som do samba feito pelo grupo Tambatajá.
A revistaEm suas 50 páginas, a Elas por Elas aborda temas relacionados à educação, política, cultura, arte e sindicalismo, entre outros, todos sob a ótica de gênero. A segunda edição destacou, na capa, o pensamento da escritora e feminista francesa Simone de Beauvoir. Neste ano, comemora-se o centenário de nascimento da escritora, ainda hoje uma das principais referências para os movimentos feministas e uma das mais importantes intelectuais do século 20.  
“Procuramos, nesta edição da revista, destacar os feitos de mulheres corajosas, guerreiras, pioneiras que, famosas ou anônimas, fazem ou fizeram a nossa história. Uma história que precisa ser reescrita, valorizando a contribuição feminina na formação da sociedade, pois sabemos que, mesmo com todas as lutas, ainda não ganhamos o nosso devido reconhecimento”, disse a jornalista Débora Junqueira, editora da revista. A versão online da Revista Elas por Elas já está disponível no link Publicações do portal do Sinpro Minas. A versão impressa, distribuída gratuitamente no evento, será enviada a diversas escolas da capital e do interior do estado.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha