Notícias

Greve Nacional da Educação mobiliza milhares de pessoas em todo o estado

15 de março de 2017

Em Belo Horizonte e em diversas cidades do estado, foi grande a mobilização da população contra as reformas trabalhista e da Previdência, propostas pelo governo ilegítimo de Temer. Nesta quarta-feira (15/03/17), Dia Nacional de Greve na Educação, milhares de pessoas, entre estudantes, professores, aposentados e trabalhadores de diversas categorias, foram às ruas para denunciar a tentativa de desmonte da Previdência Social e da legislação trabalhista.

Professores de mais de 30 escolas particulares da região metropolitana de BH e também professores nas quinze regionais  do sindicato aderiram ao dia de greve, o que mostrou a grande força da mobilização da categoria do setor privado de ensino, convocada pelo Sinpro Minas, por “nenhum direito a menos”.

Greve em BH

Na capital, a concentração se iniciou às 9 da manhã na Praça da Estação e ocupou as principais ruas da cidade, com parada na Praça Sete. Depois, a marcha que reuniu cerca de 200 mil pessoas seguiu até a Praça da Assembleia, onde foi realizado um grande debate com participação de lideranças sindicais e parlamentares. O ex-ministro da Previdência Social, Carlos Gabas (2010/2011), falou para as centenas de pessoas presentes sobre a realidade da Previdência que, diferente do que a grande mídia apresenta, não é deficitária.

Para a presidenta do Sinpro Minas, Valéria Morato, a manifestação foi um sucesso. “Os professores e professoras atenderam ao chamado do sindicato para a paralisação geral, porque entenderam a gravidade dessa proposta de reforma que retira direitos historicamente conquistados”. Valéria Morato destacou que os professores paralisaram as atividades no dia 15, mas a mobilização continua todos os dias até que os parlamentares rejeitem esta proposta. “Faremos quantas manifestações forem necessárias até que os deputados e senadores entendam que não queremos emenda e sim a rejeição a esta reforma. Na rua, o povo está dando um recado claro: se eles votarem a favor desta proposta golpista de reforma da Previdência, ano que vem não serão votados nas urnas”.

Valéria Morato (Sinpro) e Beatriz Cerqueira (Sind-Ute) em ato em BH

A equipe de Comunicação do Sinpro cobriu a manifestação em BH e repercutiu o ato nas mídias do sindicato, como a Rádio Sinpro Minas e o programa Extra-Classe. Assista neste sábado (18/03), às 10h da manhã, e na terça (21/03), às 13h30, na Rede Minas, reportagem sobre o Dia Nacional de Greve.

Para a mobilização, o Sinpro Minas também fez grande repercussão na mídia.

Ouça aqui algumas das entrevistas com diretores do Sinpro.

bruno2
 
Confira abaixo a galeria de fotos da Greve da Educação em várias cidades do estado, onde o Sinpro Minas e a CTB marcaram forte presença:

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Opinião Sinpro Minas
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha