Notícias

8 de março é dia de lutas! Confira programação em BH.

6 de março de 2018

O Dia Internacional da mulher, 8 de março, é um dia mundialmente significativo da luta das mulheres em defesa da igualdade de direitos e contra todo tipo de opressão.

Sobretudo na atual conjuntura brasileira, que desvela inúmeros ataques aos direitos dos trabalhadores, fundamentalmente das mulheres, a importância e simbologia da data ganha destaque com o papel histórico de luta e resistência das mulheres.

Nesta semana, as ruas deverão ser palco de muito protagonismo de luta feminina denunciando a reforma trabalhista, contra a reforma da previdência e inúmeras outras bandeiras de luta que já são pauta constante do movimento feminista como a violência de gênero, a exclusão, a desigualdade e diversos outros tipos de opressão a que as mulheres são submetidas até hoje, em pleno século XXI.

Em Belo Horizonte, estão previstos atos, palestras, movimentações políticas e culturais de diversas matizes, levantando as bandeiras do 8 de março e com o envolvimento de mulheres de diversos segmentos tais como: trabalhadoras, negras, LGBT, juventude, periferia, cultura, parto humanizado, contra a violência entre outros.

O Sinpro Minas, por representar uma categoria majoritariamente feminina, convoca suas bases para participar desse dia de lutas e celebração à dignidade das mulheres, em especial à mulher trabalhadora.

Entre diversos atos previstos, o ponto alto para a organização da mulher trabalhadora será realizado pelo Fórum Estadual das Mulheres Trabalhadoras das Centrais Sindicais, às 16h, na Praça Sete, com a presença da presidenta do Sinpro Minas e da CTB Minas, Valéria Morato.

Confira a íntegra da programação

Dia 08/03 – quinta-feira
Local: Praça Sete

10h – Polícia Militar – Apresentação do Quarteto Musical – (1 viola, 2 violinos e 1 violoncelo)
10h15 a 10h50 Abertura Oficial – Audiência Pública “Mulheres na Luta por direitos: resistência, poder e democracia” – Comissão Extraordinária das Mulheres – Vereadoras Áurea Carolina e Cida Falabella, Secretária de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (SEDESE)R – Rosilene Cristina Rocha, Secretária Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania (SMASAC) – Maíra Colares, Movimento de Mulheres Olga Benário e Casa Tina Martins (representando a soc. civil), Indira Xavier – Representante do Parlamento Jovem
10h50 a 11h – MOBSPBH – Grupo teatral da SMASAC
11h a 11h15 – Diretoria de Política para as Mulheres – PBH – Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Situação de Violência (Benvinda)
Apresentação da Diretoria de Política para as Mulheres – PBH
Fala institucional do Benvinda – divulgação e explicação dos serviços prestados e panfletagem/explicação aos transeuntes.
11h15 a 11h30  – Aconchego –  Fala sobre a superação da mulher portadora do câncer nos aspectos emocional e físico
11h30 a 11h50 – Defensoras Populares  – Fala sobre a atuação como defensoras populares e a importância dessa iniciativa da defensoria pública
11h50 a 12h25  – Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher – Espaço aberto para representantes de todas as entidades que compõem a Rede de
Enfrentamento à Violência contra as Mulheres
12h25 a 12h30 – Associação das Caminhantes da Estrada Real (ACER) – Trata-se de grupo de mulheres que abraçaram um projeto maravilhoso, de proteção ao meio ambiente e o plantio de árvores, no entorno da Estrada Real e outros municípios de Minas, algumas atividades em acordo de cooperação com o governo de
Minas.
12h30 a 13h – Frente Brasil Popular Mulheres na Luta pela Autonomia, Soberania Democracia – Fala sobre a organização das mulheres na luta do povo brasileiro, resgatando a luta das mulheres ao longo dos anos de maneira lúdica trazendo o projeto das “Mulheres Cabulosas da História”.
13h a 13h30 –  Microfone Aberto As mulheres e suas lutas (deixar este espaço para acolher as demandas que surgirem)
13h30 a 14h10 – Rede Feminista Nacional de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos – Fala sobre a defesa dos Direitos sexuais e reprodutivos no contexto capitalista.
14h10 a 14h20 – Associação Mães que Informam (AMI) – Oficina de Turbante (ao longo do evento) – Fala: Mãe de pessoa com deficiência sim, mas mulher também: como cuidar sem esquecer de si.
14h20 a 14h40 – Conselho Regional de Psicologia (CRP) –  Fala: Mulheres e Violência Institucional
14h40 a 15h15 – #PartidA MG Roda de Conversa: “Mulheres na Política: reinventar a democracia”, com a representante da #PartidA MG e professora
da UFMG, Marlise Matos.
15h15 a 15h20 –  Visibilidade Feminina – Fala sobre visibilidade/invisibilidade das mulheres e suas pautas, sobre a necessidade de ocuparmos mais cargos de liderança e termos maior participação nas tomadas de decisões que afetam a vida de todos.
15h20 a 15h50 – Subsecretaria de Políticas para as Mulheres e Coordenadoria de Diversidade Sexual da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e cidadania (SEDPAC) – “Às mulheres, todos os Direitos. Nenhum a menos” – conversar sobre os direitos das mulheres na perspectiva das mulheres negras, ciganas, indígenas, quilombolas, jovens, cis, trans, bissexuais, lésbicas, adolescentes, deficientes, idosas e de assentamentos, conforme a estrutura das Subsecretarias da SEDPAC.
15h50 a 16h – Fórum Estadual das Mulheres Trabalhadoras das Centrais Sindicais – CTB: Valéria Morato, Nova Central: Heloísa, CESP: Joelisia, SINDISEP: Maria Aparecida, Vigilantes/MG: Vera, Força Sindical: Kelli, Associação dos Aposentados: Claudete, Intersindical Químicos: Andreia
16h a 16h10 –  Conselho de Igualdade Racial Mulheres Negras, Indígenas e Ciganas
16h10 a 16h40 – Coordenação Nacional de Entidades Negras (CONEN) – “O aumento da Violência com as Mulheres Negras”: Ayana Amorim
“Ataque as religiões de matriz africana, que traz um grande sofrimento para as mães de santo e demais praticantes das religiões”: Makota Celinha
16h40 a17h –  Frente de apoio ao Movimento de Humanização do Parto e Nascimento – Rede de Médicos Populares – Movimento BH pelo Parto Normal
Humanização da Assistência ao Parto e Nascimento: ISHTAR/ Bem Nascer/ Doulas/ONGs de Aleitamento Materno e pela Primeira Infância / Sentidos do Nascer/ Somos Sofia / Nasce Leonina
17h a 17h30 –  Política de Prevenção à Criminalidade: Programas Mediação de Conflitos e Fica Vivo!
“Aulão aberto de funk” e empoderamento feminino. Será realizado por uma oficineira do Fica Vivo! do Morro das Pedras e outros
jovens do programa.
Fala: “Mulher e periferia”. Será realizado por uma ou mais mulheres (Jovem do FV! ou oficineira e/ou atendida do Programa
“Mediação de Conflitos.”

Os seguintes grupos farão intervenção ao longo do dia na Praça Sete: Coletivo Linhas do Horizonte, Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Movimento do Graal no Brasil, Rede de Educadores de Economia Popular Solidária – REMEEPS/MG, PBH, PMMG, Programa Mediação de Conflitos, Política de Prevenção à Criminalidade.

Programações do Circuito Integrado

Dia 05/03 – segunda-feira
Horário: das 18h30 às 20 horas
• Aula inaugural do ciclo de palestras e debates Mulheres na Política: Histórias, Lutas, Conquistas e
Perspectivas
*Acompanhe a aula ao vivo pelo Facebook da Assembleia
Dia 06/03 – terça-feira
Horário: A partir das 9 horas, até o dia 8/3
Local: Praça da Assembleia
• Acampamento das mulheres do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) pela aprovação
da política estadual de tratamento dos atingidos por barragens e outros empreendimentos
Dia 07/03 – quarta-feira
Horário: das 8 às 18 horas
Local: Praça da Assembleia
• Acampamento das mulheres da Frente Brasil Popular de Minas Gerais
Informação completa do evento: https://www.facebook.com/events/1384176818360838/
• Roda de conversa com as mulheres do campo sobre o tema “Às mulheres, todos os direitos:
nenhum a menos”, realizada pela Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, da Secretaria de
Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania
• Tenda com oficinas, debates e apresentações culturais – Secretaria de Mulheres – Diretório
Estadual do Partido dos Trabalhadores Minas Gerais
Horário: 18 horas
Local: Assembleia Legislativa de Minas Gerais
• Noite Cultural Mulheres na Luta

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha