Notícias

8 de Março: Presidente Lula anuncia medidas voltadas às mulheres

9 de março de 2023

Neste 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, o presidente Lula (PT) apresentou uma série de medidas para promover a igualdade de gênero, garantir direitos e combater a violência contra as mulheres.

A diretora do Sinpro Minas Celina Arêas esteve presente na cerimônia, que classificou como “emocionante”: “Foram muitas mulheres presentes. As que assumiram cargos no governo, mulheres de vários movimentos e de todas as centrais que participam do Fórum Nacional das Mulheres Trabalhadoras.” Celina também é secretária nacional da Mulher Trabalhadora da CTB (Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil), central sindical a qual o Sindicato é filiado.

Das medidas anunciadas, ela afirma que 13 foram reivindicações apresentadas a Lula pelo Fórum ainda na campanha eleitoral. Na opinião da dirigente, a equiparação salarial foi uma grande vitória. “Essa conquista nós temos desde 1943 na CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas), mas na prática não acontece. Lula repõe esse projeto e com uma palavra que vai fazer com que seja aplicado: obrigatoriedade”, afirma.

Celina destacou outras ações apresentadas, como o decreto sobre a Dignidade Menstrual – projeto de lei aprovado pelo Congresso em 2022 e não sancionado pelo então presidente, Jair Bolsonaro (PL) –; a ratificação da Convenção 190 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que combate o assédio no ambiente de trabalho; e a instituição do Dia Nacional Marielle Franco em 14 de março, como forma de combater a violência política de gênero e de raça.

Na área da Educação, Celina aponta o compromisso assumido pelo governo federal de retomar as obras de 1.189 creches que estavam com o andamento paralisado e o anúncio de 20 mil vagas em cursos e programas de educação profissional e tecnológicas para mulheres em situação de vulnerabilidade nos próximos dois anos.

Apesar das vitórias, ela afirma que as lutas para implementação das reivindicações das mulheres continua: “está nas nossas mãos, precisamos nos mobilizar porque muitos desses projetos precisam ser aprovados no Congresso”.

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha