Notícias

Aprovação do governo Dilma supera a de Anastasia em BH

7 de maio de 2012

Publicado no Jornal OTEMPO em 07/05/2012

 

Pesquisa DataTempo/CP2, realizada nos dias 26 e 27 de abril, mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff (PT) é bem avaliada em Belo Horizonte. Mais da metade dos entrevistados considera o desempenho do governo federal bom ou muito bom. A gestão do governador Antonio Anastasia (PSDB) também é aprovada pela população da capital mineira, mas a avaliação positiva alcança um índice menor do que o obtido pela administração de Dilma.

 

Para 8,4% dos entrevistados, o desempenho do governo federal é muito bom. Para outros 48,6% é bom. Somando os dois conceitos, 57,0% dos pesquisados avaliam positivamente a administração da presidente Dilma Rousseff. Para 28,0%, a gestão da petista é regular. Afirmam que ela é ruim 4,8%. Avaliam que é muito ruim 6,0%. Já 4,2% dizem que não sabem avaliar.

 

Já o trabalho do governador Antonio Anastasia recebe conceito muito bom de 6,1% dos pesquisados. Para outros 37,3%, o governo estadual é bom. Assim, 43,4% avaliam positivamente a gestão no Estado. Classificam a administração como regular 31,4% dos questionados. Dizem que é ruim 6,5%. Afirmam que é muito ruim 8,2%. Outros 10,4% dos entrevistados afirmam que não sabem avaliar.

 

Lideranças. Apesar de as gestões do s governos federal e estadual serem bem avaliadas em Belo Horizonte, a presidente Dilma Rousseff e o governador Antonio Anastasia não estão entre as lideranças mais admiradas.

 

Na pesquisa espontânea, em que não são apresentadas as opções de respostas para os entrevistados, o senador Aécio Neves (PSDB) é citado por 11,4% dos entrevistados como a liderança política mais admirada em Belo Horizonte. Em segundo lugar aparece o prefeito da capital mineira, Marcio Lacerda (PSB), que foi lembrado por 5,5% dos pesquisados. O ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel (PT), está na terceira colocação. Ele é apontado como a principal liderança por 3,2%. Em seguida, no quarto lugar, está o governador Antonio Anastasia, com apenas 2,4%. A presidente Dilma Rousseff não aparece entre os 20 mais citados.

 

Ainda são lembrados como lideranças mais admiradas o ex-ministro de Desenvolvimento Social Patrus Ananias (1,9%), o deputado estadual do PV Délio Malheiros (1,1%), o deputado estadual do PSDB João leite (1,1%) e o deputado federal do PMDB Leonardo Quintão (0,7%).

 

Lacerda, Malheiros e Quintão são pré-candidatos a prefeito de Belo Horizonte. Outro pretendente ao cargo é o deputado federal Eros Biondini (PTB), que foi lembrado como principal liderança por 0,2%.

 

 

 

Estatísticas

 

Registro. A pesquisa foi realizada nos dias 26 e 27 de abril, com 900 entrevistados. A margem de erro é de 3,27 pontos percentuais para mais ou para menos. O número de registro na Justiça Eleitoral é MG-00056/2012.

 

Repercussão

 

Adversários de Lacerda apostam na força da TV

 

O início da campanha eleitoral, na TV e nas ruas, poderá dar mais equilíbrio aos candidatos no embate pela Prefeitura de Belo Horizonte. Essa é a aposta dos adversários do prefeito Marcio Lacerda (PSB), líder absoluto da pesquisa Data Tempo/CP2, que ouviu 900 pessoas e foi publicada ontem.

 

O deputado federal Leonardo Quintão (PMDB), segundo colocado nos cenários em que aparece, com aproximadamente 13%, ressalta que muita coisa pode mudar no quadro eleitoral. “Ainda é muito cedo para falar em pesquisa”, opinou. “A campanha começa mesmo na televisão”. Quintão disputou o segundo turno em 2008, e acredita em um índice de rejeição a Lacerda maior do que 11,4% registrado no levantamento.

 

Já a possibilidade de definição no primeiro turno não é tão significativa na opinião do deputado estadual pelo PV, Délio Malheiros, terceiro colocado (4,4%) no cenário com todos os possíveis candidatos. “Estou satisfeito com meus números. Poucas pessoas têm informação da candidatura própria do PV”, disse. Para ele, o prefeito está sendo beneficiado pelo cargo que ocupa. “Ele está fazendo campanha com dinheiro público”.

 

Lacerda, por meio de sua assessoria, rebateu a crítica e afirmou que a prefeitura está meramente relatando à população os projetos em execução. A respeito do resultado, a assessoria declarou ser um “retrato do momento”.

 

Já na avaliação da quarta colocada, Vanessa Portugal (PSTU), que tem 3,6% das intenções, “o perfil da campanha do partido não mudou”, o que teria colaborado para a lembrança de seu nome. Ela lamenta que partidos menores tenham poucos recursos para a campanha.

 

(Daniel Leite)

 

Prefeito venceria no 1º turno

 

A pesquisa DataTempo/CP2 divulgada na edição de ontem mostra o prefeito Marcio Lacerda (PSB) na liderança da disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte. Ele é o primeiro colocado em todos os cenários montados e alcança mais de 50% das intenções de voto em todos eles.

 

Assim, de acordo com o levantamento, se a eleição fosse hoje, não haveria segundo turno na capital mineira.

 

Considerando as lideranças mais admiradas na cidade, a situação de Marcio Lacerda fica ainda mais confortável. Segundo o levantamento, os dois principais apoiadores de Lacerda, o senador Aécio Neves (PSDB) e o ministro Fernando Pimentel (PT) são também os principais líderes políticos de Belo Horizonte, além do próprio prefeito. (CK)

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Opinião Sinpro Minas
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha