Notícias

Ato pelas Diretas Já e Congresso da UNE reúnem milhares em BH

O ato pelas Diretas Já em Belo Horizonte mobilizou mais de 40 mil pessoas na última sexta-feira, dia 16 de junho. Realizado junto com o Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), o ato começou com caminhada pelas ruas centrais até a Praça da Estação, onde vários músicos e artistas (Fernanda Takai, Aline Calixto, Pereira da Viola, Sérgio Pererê, Titane, Marina Machado, Vítor Santana, Celso Adolfo, Flávio Renegado, Maurício Tizumba, entre outros) puxaram palavras de ordem contra Michel Temer e a favor da educação.

“Se a gente consegue agregar políticos, outros artistas, entidades, organizações sejam quais forem, a gente precisa achar pontos em comum. Nosso ponto em comum agora, imediatamente, é tirar o Temer e ter Diretas Já”, pontuou a cantora Fernanda Takai, da banda Pato Fu.

“Estamos aqui pela restauração da ordem democrática no Brasil, por um movimento estudantil igualitário e contra a agenda de retrocessos imposta por essa corja ilegítima que assaltou o poder”, afirmou o estudante Dhonata Melo, da Universidade Federal do Sul da Bahia, que participou do ato e veio participar do Congresso da UNE.

Organizaram o ato pelas Diretas Já, a UNE, a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem Medo por entenderam a urgência da luta por eleições diretas no país. Pelas regras atuais, caso o presidente Michel Temer, suspeito de corrupção, formação de quadrilha e obstrução da Justiça, seja retirado, sua substituição dever ser feita por eleição indireta, já que a vacância ocorre nos dois últimos anos de mandato. Duas propostas, que tramitam na Câmara e no Senado, podem mudar a Constituição, instituindo eleições diretas para presidente e vice também nos últimos anos de mandato.

Unidade em defesa do Brasil

O 55º Congresso da UNE, realizado entre 14 e 18 de junho em BH, elegeu a nova diretoria da entidade, aprovou resoluções, ampliou a campanha pelas Diretas Já e chamou greve geral para o dia 30 de junho. O encontro em Belo Horizonte reuniu mais de 15 mil estudantes e mostrou a força e a unidade do movimento estudantil brasileiro.

A estudante de Pedagogia da UNEB (Universidade do Estado da Bahia), Marianna Dias (25), natural de Feira de Santana (BA), foi eleita presidenta da entidade durante a Plenária Final do encontro, realizada no Ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte. A nova presidenta reforçou a unidade entre as forças populares e do movimento estudantil para derrotar o governo de Michel Temer. “Só será possível transformar o Brasil que a gente vive se tivermos muita unidade. Eu tenho a convicção que com a força de sete milhões de universitários desse Brasil nós seremos vitoriosos”.

Fonte: UNE e Portal Vermelho

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha