Notícias

Bolsonaro sanciona lei que permite a aluno faltar em dia de “guarda religiosa”

A lei afirma que o estudante de qualquer nível — infantil, fundamental, médio e superior —​ terá direito a “alternativas à aplicação de provas e à frequência a aulas realizadas em dia de guarda religiosa”.

Reportagem de Nathan Lopes, na edição desta sexta-feira (4) da Folha de S.Paulo, informa que Jair Bolsonaro (PSL) sancionou alteração na Lei de Diretrizes e Bases da Educação para permitir que alunos faltem às aulas em dia de “guarda religiosa”.

A lei, publicada na edição desta sexta-feira (4) do DOU (Diário Oficial da União), afirma que o estudante de qualquer nível — infantil, fundamental, médio e superior —​ terá direito a “alternativas à aplicação de provas e à frequência a aulas realizadas em dia de guarda religiosa”.

A lei, que passa a vigorar a partir de março, estabelece que o aluno deverá apresentar um requerimento prévio para informar a ausência. O texto, porém, não especifica quantos dias antes o documento precisa ser apresentado.

Para compensar a falta e a prova, a instituição precisará disponibilizar uma nova data para realização da atividade por aquele aluno no turno em que ele frequenta as aulas ou em um período a ser agendado.

Fonte: Revista Fórum

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha