Notícias

Campanha reivindicatória 2013Patronal recua, e férias continuam em janeiro

26 de abril de 2013

A mobilização dos professores de escolas particulares de Belo Horizonte e região já começa a surtir efeito. Conforme notícia publicada na imprensa nesta sexta-feira (clique aqui para ler), o patronal recuou e disse que não pretende mais antecipar o início das aulas para 20 de janeiro, o que iria interromper as férias da categoria. O recesso, agora, será somente nos dias de jogos do Brasil, conforme havia proposto o Sinpro Minas.

Na assembleia dessa quarta-feira (24/4), a proposta de antecipar o início das aulas foi rejeitada pelos professores, e a diretoria esclareceu que entregou ao patronal uma proposta de calendário que contempla os 200 dias letivos definidos pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), além das férias em janeiro, recesso em julho e feriado apenas nos dias de jogos da seleção brasileira. 

Dessa forma, as escolas deverão seguir o que for estabelecido pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), a ser assinada entre os sindicatos (Sinpro Minas e Sinep/MG), em caso de avanço nas negociações.

“Vamos ampliar a nossa mobilização, para demonstrar aos donos de escolas que exigimos respeito, dignidade e melhores condições de trabalho e salários”, destacou o presidente do Sinpro Minas, Gilson Reis.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha