Notícias

Centrais fazem ato nacional contra reforma da Previdência nesta sexta (22/3)

As centrais sindicais fazem, nesta sexta-feira (22/3), um ato nacional contra a proposta de reforma da Previdência encaminha pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional. Manifestações e paralisações estão previstas em várias cidades do país.

Em Belo Horizonte, uma audiência pública está agendada para as 14 horas na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Logo após, haverá assembleia de trabalhadores no pátio da ALMG.

Por volta das 16h30, será feita uma caminhada até a Praça Sete, no centro da capital, onde ocorrerá o grande ato das centrais sindicais.

As manifestações em todo o país têm o objetivo de esclarecer a população sobre os riscos dessa proposta de reforma defendida pelo governo. O ato também busca acumular forças para a realização de uma greve geral, como a que ocorreu em 28 de abril de 2017, quando centenas de categorias profissionais paralisaram as atividades em todo o território nacional (clique aqui e confira o programa Extra-Classe que abordou o assunto).

Retrocessos

De acordo com especialistas, o projeto, além de retirar diversos direitos, abre caminho para a privatização do sistema, com a instituição do regime de capitalização.

Na quarta-feira (20), será relançada em Brasília a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social. Coordenada pelo senador Paulo Paim e pelo deputado federal Arnaldo Faria de Sá, a frente conta com o apoio de 102 entidades representativas da sociedade civil.

“A proposta de reforma da Previdência do governo federal não combate as desigualdades nem acaba com os privilégios. Ela retarda a concessão da aposentadoria e reduz o valor dos benefícios”, sustentam os sindicalistas, em documento divulgado pelas entidades que identificaram vários retrocessos na proposta encaminhada por Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional.

Clique aqui e confira a publicação da CTB nacional sobre a reforma da Previdência.

Confira as manifestações em outras cidades do estado:

Barbacena:
Mobilização no centro da cidade; Concentração às 17h na Praça do Rosário e finalização na Praça dos Andradas.
Betim: 
Concentração a partir das 9 horas na Praça da Mecatrônica
Divinópolis:
Concentração a partir das 16 horas na Praça da Catedral
Montes Claros:
Ato às 16h na Praça Dr. João Alves (Praça do Automóvel Clube)
Poços de Caldas:
De 8h30 até 15h – Panfletagem na esquina da Rua Assis Figueiredo com Prefeito Chagas (Banco Itaú).
16h – Ato na URCA. Praça Getúlio Vargas SN
Pouso Alegre:
Ato às 15h na Praça Senador José Bento
Uberlândia:
Ato às 16h na Praça Ismene Mendes
 


Com informações da CTB nacional

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha