Notícias

Confira a programação de junho das atividades cineclubistas do Sinpro Minas.

8 de junho de 2011

No  Cineclube Joaquim Pedro de Andrade, as sessões ocorrem sempre às terças-feiras, às 19 horas. No Cineclube Uma tela no meu bairro, às quintas-feiras, às 18h30.

Não perca! A entrada é gratuita.     

Cineclube Joaquim Pedro de AndradeRua Tupinambás, 179 – 14º andarCentro – Belo Horizonte/MGSessões: terças-feiras, às 19 horas

Cineclube Uma tela no meu bairroProgramadora BrasilRua Jaime Gomes, 198 – FlorestaBelo Horizonte/MGSessões: quintas-feiras, às 18h30

Entrada franca – Informações: 3115-3000

 

Programaçãojunho de 2011

 

  • 7 DE JUNHO – terça-feira – 19h – A noiva síriaDireção: Eran Riklis – Drama – 97 minNa fronteira entre Israel e Síria, onde habita uma comunidade drusa, é onde acontece a preparação do casamento de uma jovem drusa com um astro de tevê, também druso – mas morador do lado Sírio. A noiva tem de passar de um lado para o outro, mas a burocracia kafkiana de cada lado transforma o casamento em uma festa do absurdo.

  • 14 DE JUNHO – terça-feira – 19h – Alguém que me Ame de VerdadeDireção: Diane Crespo / Stefan C. Schaefer – Comédia – 90 minO filme é centrado na amizade entre uma judia ortodoxa e uma mulher muçulmana. Elas se conhecem quando começam a dar aula juntas numa escola pública em Nova York. Durante o ano quando lecionam juntas, descobrem que têm mais semelhanças do que diferenças, especialmente porque ambas estão lidando com casamentos arranjados.

  • 21 DE JUNHO – terça-feira – 19h – Persépolis Direção: Vincent Paronnaud / Marjane Satrapi – Animação – 95 minMarjane,jovem iraniana de oito anos, sonha em ser uma profetisa do futuro, para assim salvar o mundo. Querida pelos pais cultos e modernos e adorada pela avó, ela acompanha avidamente os acontecimentos que conduzem à queda do xá e de seu regime brutal. A entrada da nova República Islâmica inaugura a era dos “Guardiões da Revolução”, que controlam como as pessoas devem agir e se vestir. Marjane, que agora deve usar véu, deseja se transformar numa revolucionária.

  • 28 DE JUNHO – terça-feira – 19h – A Banda Direção: Eran Kolirin – Comédia/Drama – 95 min Uma pequena banda da polícia egípcia chega a Israel. Eles vieram para tocar na cerimônia de inauguração de um centro cultural árabe. Porém, por causa da burocracia, falta de sorte e outros imprevistos, são esquecidos no aeroporto. A banda tenta se deslocar por conta própria, mas vai parar numa pequena e quase esquecida cidade israelense, em algum lugar no coração do deserto.

Uma tela no meu bairro Programadora Brasil

  • Quinta-feira – 09/06 – 18h30 – CarameloDireção: Nadine Labaki  – Comédia – 95 minBeirute, cinco mulheres encontram-se regularmente num salão de beleza, onde várias gerações entram em contato, conversam e trocam confidências. Layale ama Rabih, mas ele é casado. Nisrine é muçulmana e seu futuro casamento representa um problema: ela não é mais virgem. Rima atormenta-se com a atração que sente por mulheres. Jamale recusa-se a envelhecer. Rose sacrificou sua vida para cuidar da irmã mais velha. No salão, suas conversas íntimas e francas versam sobre homens, sexo e maternidade, entre cortes de cabelo e depilação com uma pasta caramelada.

  • Quinta-feira – 16/06 – 18h30 – O visitanteDireção:  Thomas McCarthy – Comédia – 104 minWalter Vale, um professor de Economia de Connecticut, precisa ir a Nova York para uma conferência. Porém, descobre que tem um casal morando em seu apartamento: Tarek e Zainab, imigrantes ilegais que tocam suas vidas normalmente na Big Apple. Após um habitual período de desentendimentos, o professor acaba propondo abrigo para eles em seu apartamento e, aos poucos, vai se envolvendo com essas pessoas e com o tambor sírio.

  • Quinta-feira – 30/06 – 18h30 – Lemon Tree Direção:  Eran Riklis – Drama – 106 minSalma , uma viúva Palestina, vê sua plantação ser ameaçada quando seu novo vizinho, o Ministro de Defesa de Israel , se muda para a casa ao lado. A Força de Segurança Israelense logo declara que os limoeiros de Salma colocam em risco a segurança do ministro e por isso precisam ser derrubados. Salma leva o caso à Suprema Corte de Israel para tentar salvar a plantação.Participação especial do studio Nahid Yegane com apresentações em todos os dias de exibições.  

          

 

Uma tela na minha rua

 

 

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Opinião Sinpro Minas
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha