Notícias

CTB convoca trabalhadores para Jornada de Lutas em Defesa do Serviço Público

5 de setembro de 2016

Em defesa dos trabalhadores e do serviço público nacional, as centrais sindicais, CTB, CUT, NCST, UGT, Força Sindical, CSB, CSP-Conlutas, Pública, a Confederação dos Servidores Públicos do Brasil (CSPB), e demais entidades que representam os trabalhadores do setor, promovem a “Jornada Nacional de Lutas em Defesa do Serviço Público”, rumo à greve geral.

A ação é para combater projetos de lei que retiram direitos trabalhistas e sociais, penalizando a categoria e os serviços prestados no País, atualmente em tramitação no Congresso Nacional. O movimento definiu um calendário de mobilizações para denunciar os ataques aos Serviços Públicos, promovidos por propostas nocivas, entre elas, a PEC 241 (congela gastos públicos por 20 anos e reduz recursos para servidores e as áreas de Saúde, Educação, entre outras), O PLP 257 (que ataca estruturalmente os trabalhadores e serviço público, com redução, entre outras coisas, de despesas com pessoal) e o PLS 559(que pode extinguir o serviço público no Brasil).

Segundo o Secretário do Serviço Público e dos Trabalhadores Públicos da CTB, João Paulo Ribeiro (foto), o próximo dia 6 será marcado como o Dia Nacional de Conscientização em Defesa do Serviço Público. As entidades que integram o movimento farão atos em Brasília e diversos estados do Brasil, com o objetivo de conscientizar e dialogar com a sociedade acerca de tais propostas.

Dias 12,13 e 14 de setembro, trabalhadores públicos de todos os estados promoverão uma “Caravana Nacional”, com acampamento em Brasília. Na terça-feira (13) haverá o “Ato Unificado” de todas as centrais, confederações, federações e movimentos sociais e estudantis. Na quarta-feira (14), as entidades realizarão uma plenária para definição de Greve Geral do Funcionalismo Público. No dia 15, quinta-feira, ocorrerá uma reunião com as lideranças das entidades envolvidas para um balanço das atividades.

“A CTB lutará incansavelmente para barrar o retrocesso de direitos, consequentes desses projetos nocivos atualmente em tramitação. Nossa central seguirá mobilizada em defesa da valorização do serviço público e dos trabalhadores públicos”, declarou JP.

Fonte: Portal CTB

Foto: Júlio Fernandes

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha