Notícias

CTB: Mais um golpe contra a organização sindical

10 de abril de 2017

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, decidiu voltar atrás e revogar a contribuição sindical dos servidores e empregados públicos. O recuo merece o repúdio do movimento sindical brasileiro, pois obedece ao propósito reacionário de enfraquecer a organização dos trabalhadores e trabalhadoras do setor público, dificultando ou inviabilizando o financiamento das entidades representativas da categoria e de suas lutas.

Além disto, a legalidade da Portaria Nº 421, publicada na quinta-feira (6) no Diário Oficial da União, é duvidosa, uma vez que desrespeita os artigos 578 e seguintes da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), que considera a necessidade de uniformizar o procedimento de recolhimento da contribuição sindical pela Administração Pública Federal, Estadual e Municipal.

Entendemos que a decisão é mais um ataque ao movimento sindical e tem como objetivo asfixiar as entidades representativas da classe trabalhadora e debilitar a capacidade de mobilização contra o golpe e a ofensiva contra os interesses e direitos da classe trabalhadora, que não encontra paralelo em nossa história.

Vamos continuar resistindo e barrar nas ruas a obra de restauração neoliberal que está sendo levado a cabo pelos golpistas. Vamos seguir o exemplo da Argentina, onde a classe trabalhadora liderada pelo movimento sindical paralisou o país nesta quinta-feira (6): 28 de abril é dia de greve geral no Brasil.

Adilson Araújo

Presidente Nacional da CTB  –  Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil

Fonte: CTB

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha