Notícias

Defesa de mestrado via webconferência amplia a divulgação do conhecimento

O diretor do Sinpro Minas Ângelo Filomeno integrou a banca de defesa de dissertação do estudante de mestrado Júlio Cesar Guimarães, cujo estudo abordou as implicações das políticas curriculares na autonomia docente.

A participação do diretor ocorreu à distância, via webconferência, e a defesa foi feita na última sexta-feira (28/6), na Universidade Federal de Viçosa (UFV), pelo programa de pós-graduação em Educação da instituição de ensino. Outros diretores e funcionários do sindicato que estavam em Belo Horizonte também assistiram à defesa, pela internet.

“Esse modelo de defesa, à distância, com o uso das tecnologias de transmissão pela internet, é uma ótima forma de permitir que outras pessoas, em locais distintos, possam assistir à exposição dos resultados da pesquisa. Isso amplia a divulgação do conhecimento científico. É o uso da tecnologia aliada à promoção do saber e não à exploração do ser humano, como ocorre em muitos locais de trabalho na atualidade, inclusive em instituições de ensino”, disse Ângelo Filomeno, em referência à precarização do trabalho docente em alguns cursos de educação à distância, em que as salas de aulas virtuais possuem centenas de alunos.

De acordo com o diretor do sindicato, a dissertação do estudante mostrou como o trabalho docente tem sido influenciado, de forma negativa, por determinações de agências internacionais produzidas a partir de uma ótica neoliberal.

“Os professores convivem cada vez mais com sobrecarga de trabalho, cobranças excessivas, condições de trabalho inadequadas e salários insuficientes. E, para piorar esse quadro, observa-se um quadro de imposição de políticas curriculares orientadas para o mercado, que precarizam o trabalho da categoria e retiram a autonomia docente. A dissertação evidenciou esse processo, e tive a felicidade de aprender mais sobre o trabalho docente ao participar desta banca. Isso é ciência a favor da melhoria educacional no país, e não baderna, como disse o atual ministro da Educação”, afirmou o diretor do Sinpro Minas Ângelo Filomeno, pós-doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Em breve, a dissertação, com o título “Autonomia ou heteronomia docente: implicações das políticas educacionais curriculares na perspectiva do controle do professor de geografia das escolas públicas de Viçosa”, deve ser publicada no catálogo on-line da biblioteca da Universidade Federal de Viçosa. O professor da UFV Cezar Luiz de Mari foi o orientador do estudo, que foi coorientado pela professora Cristiane Aparecida Baquim, também docente na universidade.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha