Notícias

Diretoria do Sinpro Minas traça ações para enfrentar descumprimentos

Reunida em sala virtual na tarde de ontem, 06/04, com a presença de 47 integrantes em todo o estado, a diretoria do Sinpro Minas pautou o enfrentamento às diversas denúncias que vem recebendo sobre descumprimentos de instituições de ensino com relação à liminar de 27/03 do TRT-3, bem como abusos e sobrecarga de trabalho remoto que têm acontecido nas relações de trabalho com os professores.

A reunião teve início com a presença e análise da conjuntura feita pelo presidente nacional da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, Adilson Araújo, que discorreu sobre as dificuldades contextuais para os trabalhadores brasileiros.

Adilson ressaltou que o cenário da pandemia do COVID-19, infelizmente, se tornou um terreno fértil tanto para o governo como para diversos empresários atacarem ainda mais os direitos dos trabalhadores, debitando-lhes, quase que exclusivamente, o ônus da crise gerada pela pandemia.

O presidente da CTB ressaltou que o momento seria de auxílio para a classe trabalhadora, garantindo-lhes sobrevivência e estabilidade pelo menos enquanto durasse o período da quarentena, estipulando auxílio às empresas que porventura demonstrassem dificuldades, como por exemplo, praticando renúncias fiscais àquelas que garantissem empregos e comprovassem necessidade. Ressaltou, também, ações de proteção aos trabalhadores e aos empregos que têm sido desenvolvidas em diversos países do mundo, inclusive naqueles com situação econômica mais adversa que a brasileira. No Brasil, porém, o que se observa é que o governo tem optado pelo caminho do desmonte dos direitos da classe trabalhadora e pelo desmedido favorecimento ao empresariado.

Como pauta a ser cumprida pela CTB, Adilson ressaltou a consolidação de uma frente coesa entre as centrais sindicais, que têm se reunido diuturnamente para encontrar caminhos pela manutenção dos salários, através das ações e negociações com o Congresso Nacional, com os governadores dos estados, bem como para estabelecer um amplo diálogo para que, após a quarentena, tenhamos um plano de retomada gradativa e segura da atividade econômica.

Após a intervenção de Adilson Araújo, que parabenizou as ações do Sinpro Minas em responder de forma eficiente aos ataques à sua categoria, os diretores do sindicato debateram sobre a Campanha Reivindicatória 2020 e o andamento das negociações.

Por fim, o coletivo reafirmou as interpelações às instituições privadas de ensino que têm descumprido a liminar do Tribunal Regional do Trabalho bem como as medidas a serem tomadas para preservar a saúde e a qualidade de vida do professor do setor privado em Minas Gerais.

WhatsApp Image 2020-04-07 at 10.11.54

WhatsApp Image 2020-04-07 at 10.11.54 (1)

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha