Notícias

Economia começou 2013 com ritmo mais intenso, diz Fazenda

1 de maio de 2013

O Ministério da Fazenda informou nesta quarta-feira (23) que a economia brasileira “começou 2013 com ritmo de crescimento mais intenso”. A avaliação consta do relatório “Economia Brasileira em Perspectiva”. O boletim não traz, entretanto, uma previsão da Fazenda para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2013.”A economia brasileira começou 2013 com ritmo de crescimento mais intenso, dando prosseguimento à trajetória de aceleração verificada a partir do segundo semestre de 2012. Apesar das dificuldades que persistem na economia internacional, a economia brasileira continua crescendo gradualmente”, diz o relatório.

“Os primeiros indicadores de 2013 apontam para a continuidade do processo de retomada do crescimento econômico, com perspectiva de intensificação ao longo do ano”, acrescenta o documento.Segundo a Fazenda, o ano de 2013 começa com comportamento positivo, com melhora na confiança dos empresários, aumento do nível de utilização da capacidade instalada e estoques em níveis mais baixos. “Os últimos resultados da produção industrial atestam que o ano de 2013 começa bem”, diz o relatório.Segundo a Fazenda, o documento consolida dados econômicos até 12 de abril de 2013. O ministério destaca que estão sendo tomadas “um conjunto de medidas que visam aumentar a competitividade das empresas nacionais”.”Os investimentos em infraestrutura por meio do PAC e do programa de concessões para ferrovias, rodovias e aeroportos, a ampliação da desoneração da folha de pagamentos, o programa de redução do preço da energia elétrica e o novo regime automotivo (2013-2017) são exemplos do compromisso do governo com o crescimento sustentável, puxadopelo aumento do investimento e da produtividade”, diz o relatório.Durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, no dia 21 de março, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que prevê uma taxa de crescimento entre 3% e 4% para este ano, contra 0,9% de expansão em 2012.No relatório de inflação do primeiro trimestre, divulgado do dia 28 de março, o Banco Central (BC)previu que o PIB vai registrar alta de 3,1% em 2013.A peça orçamentária para 2014, apresentada recentemente pelo Ministério do Planejamento, traz a estimativa de crescimento do PIB de 3,5% para este ano e 4,5% em 2014.Já os economistas do mercado financeiro mantém a estimativa para o crescimento da economia brasileira neste ano em 3%, segundo o último relatório Focus, divulgado pelo BC.

Fonte: G1 –

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha