Notícias

Em Varginha, jovens debatem sobre os riscos da Reforma da Previdência

A proposta da Reforma da Previdência e os impactos na vida das mulheres, especialmente as alterações para as domésticas, professoras de educação básica (tanto da rede pública quanto do setor privado) e trabalhadoras rurais (economia familiar) foi o tema do debate em que participaram, no último dia 15, em Varginha, a diretora do Sinpro Minas e dirigente da CTB, Mônica Cardoso, e a doutoranda em Estatística pela UFLA e professora da UFJF, Fernanda Venturato. O debate foi promovido por um curso pré-vestibular de educação popular Emancipa.

Na ocasião, elas falaram sobre Loas (Lei do Orçamento Anual da Assistência Social) e sobre como as mães serão afetadas com a redução do benefício de mais de 50%, e também pelos filhos com deficiência. Ao afirmarem que a Previdência não é deficitária, elas ressaltaram dados, gráficos de arrecadação e distribuição de recursos do governo, que comprovam que a maior despesa atual é com o pagamento de juros e amortização da dívida externa. “Este montante poderia ser investido na educação, saúde, assistência social, segurança etc”, afirma Mônica.

WhatsApp Image 2019-06-18 at 13.40.17

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Montes Claros
Poços de Caldas
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia