Notícias

Encontro do Movimento Intersindical de Barbacena e Região

19 de novembro de 2008

 

Sob todos os aspectos, o I Encontro do Movimento Intersindical de Barbacena e Região, ocorrido em Barbacena, no dia 25 de outubro de 2008, pode ser considerado um grande êxito das forças políticas e sindicais envolvidas em sua realização. A representatividade do evento sindical superou as mais otimistas expectativas. O encontro foi marcado pelo estreitamento de laços que unem os trabalhadores e as trabalhadoras do campo e das cidades realçando a grande presença dos trabalhadores rurais de toda a região. Com um papel relevante nas discussões outro fato notável no evento foi a grande presença das mulheres.

 

O evento contou com a presença do palestrante Willian Donizete Felippe do Instituto Latino-Americano de Estudos Sócio-Econômicos que abordou o impacto da economia brasileira como conseqüência de uma crise mundial gerada pela alta dos preços do petróleo e dos alimentos. Willian afirmou ainda que a sociedade precisa exigir a subordinação da política monetária e do Banco Central aos interesses gerais do povo brasileiro, que votou por mais política social e não por mais especulação financeira. Portanto, o movimento sindical deve ficar em alerta e disposto a mobilizar sua base contra a política conservadora do Banco Central.

 

O debate abrangeu a conjuntura mundial, a resistência do movimento sindical ao neoliberalismo e foi enriquecido pelas falas dos participantes do Sinpro Minas, os professores Sandra Magri e Décio Braga, que mostraram preocupação com as negociações salariais a se iniciarem em meio à crise e com o discurso patronal de retirada de direitos trabalhistas. A Diretora Sandra Magri abordou o papel estratégico dos trabalhadores na elaboração de novas pautas de reivindicações de modo a permitir a conquista de mais direitos em cada campanha. “Não podemos continuar a navegar no limites da legislação trabalhista existente. Precisamos estabelecer um debate permanente a respeito das alterações no aparato legal trabalhista e pensar uma nova relação de trabalho condizente com o atual contexto. Portanto, o momento é de união das entidades sindicais, fortalecendo, assim, a luta de todos os trabalhadores e trabalhadoras contra a retirada de direitos trabalhistas e a favor da participação da base na elaboração de propostas que garantam melhoria nas condições de trabalho e salariais de todas as categorias”, defende Sandra Magri. 

 

Os sindicatos assistiram, na parte da tarde, à palestra proferida por Willian sobre a História do Movimento Sindical e o encontro foi encerrado com os participantes reafirmando a importância da união em torno da luta por um projeto que seja alternativo ao neoliberalismo e fundado na soberania e na valorização do trabalho.  O evento encerrou com a fala elogiosa da diretora Sandra sobre a atuação da funcionária Ana Paula Olímpia de Carvalho na coordenação do Movimento Intersindical, que pela primeira vez reuniu tantas entidades sindicais propiciando a troca de experiências por meio de um debate rico, com respeito à pluralidade de idéias e com a proposta de unicidade dos sindicatos na construção de um plano de lutas e na história do Movimento Intersindical de Barbacena e Região. O caminho nessa direção não será fácil. Terá de ser pavimentado por muita luta e exige bem mais do que palavras e boas intenções. Estes são os desafios do Movimento Intersindical que soma força ao unir os sindicatos de Barbacena e Região.

 

Cabe assinalar a presença de doze entidades sindicais, entre elas: Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais – Sinpro Minas, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Barbacena, Sindicato dos Auxiliares de Administração Escolar do Estado de Minas Gerais, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Carandaí, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Alfredo Vasconcelos, Sindicato Nacional dos Servidores da Educação Federal, Sindicato dos Trabalhadores de Serviços Domésticos, Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Barbacena, Sindicato dos Trabalhadores Indústria de Fiação e Tecelagem, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Barbacena, Sindicato dos Trabalhadores Químicos, Sindicato dos Metalúrgicos e ainda tivemos a presença do Comitê da Cidadania e da CTB – Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – que foi representada pelo também, diretor do Sinpro Minas, Décio Braga. O Sinpro Minas contou também com a presença da diretora e professora Sandra Lúcia Magri, as funcionárias Ana Paula Olímpia de Carvalho, Cleuza Aparecida R P.Ferreira e Karla Adriana de Carvalho Oliveira.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha