Notícias

Estado privatiza e depois socorre Fundação Helena Antipoff

13 de agosto de 2009

Após uma intensa mobilização dos professores, que fizeram greve por 30 dias, e, contando com a atuação do Sinpro Minas, a Fundação Helena Antipof quitou os salários em atraso e as demais pendências trabalhistas que existiam em relação aos docentes. O Estado teve que arcar com o pagamento, uma vez que a instituição privada que os contratava foi dissolvida.

No entanto, os professores tiveram outra grande vitória: conseguiram tornar a fundação totalmente pública e gratuita, o que significou um enorme ganho para a comunidade local e para a educação. A fundação estava sob controle privado (da família do deputado Diniz Pinheiro) e com inúmeras irregularidades.   

O compromisso do governo do Estado de assumir o passivo deixado pelo CCCP (Centro de Pesquisas e Projetos Pedagógicos), gestor privado que exercia função de forma irregular, foi firmado após uma intensa luta dos professores e do sindicato. O movimento também contou com o apoio da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa, que realizou audiências, levando ao conhecimento público o problema vivido por professores e alunos da Fundação Helena Antipoff.

A mobilização foi fundamental para encontrar uma saída mais digna para o impasse acarretado pela permanência da iniciativa privada sem critérios e de forma irregular dentro da Fundação. A greve foi vitoriosa e válida e se não fosse a mobilização dos professores, a situação teria que ser levada à Justiça. Numa negociação mediada pelo Ministério Público do Trabalho entre os professores e o governo, os direitos trabalhistas dos docentes serão garantidos pelo Estado.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha