Notícias

Estudantes da PUC declaram apoio à mobilização dos professores

31 de outubro de 2012

Em assembleia realizada na última terça (30/10), os estudantes de vários diretórios acadêmicos da PUC Minas declararam apoio à mobilização dos professores da instituição.

Leia a carta assinada pelos estudantes:

Carta de repúdio à PUC Minas e à Sociedade Mineira de Cultura, e de apoio aos professores da PUC Minas

As
entidades de representação estudantis da PUC Minas repudiam a ação dessa
Instituição e de sua mantenedora, Sociedade Mineira de Cultura, pelo corte de
orçamento que tem acarretado em demissões consideráveis de funcionários e
professores em todas as unidades. Tal atitude significa uma precarização direta
na qualidade de ensino, pois este corte tem afetado principalmente os
professores com mais experiência (titulações, maior tempo de serviço), ou seja,
aqueles que de alguma forma ajudaram a construir a Universidade. Assim podemos
pensar que a PUC Minas se alinha cada vez mais com a lógica mercantilista da
educação, onde a prioridade não é a qualidade, mas sim o lucro.

 

Queremos
também nos solidarizar com os professores e funcionários, que vivem um clima de
terror. Muitos funcionários e professores já foram demitidos, e outros tantos
serão, pois é sabido da existência de uma lista de dispensa com critérios ainda
não esclarecidos. Só para este semestre há a previsão de execução de 40% dos
cortes dessa lista, o que tem causado muita inquietação e insegurança no corpo
docente. Esta atitude não condiz com os valores humanistas e solidários tão
propagandeados pela Instituição, já que as dispensas estão sendo feitas através
de cartas ou bloqueio ao acesso do SGA, sem nenhum esclarecimento aos
professores. Com esse exemplo, nos questionamos qual é o tipo de sujeito que a
PUC pretende formar tendo em vista a contradição entre seu discurso e sua
prática. Entendemos a educação como uma concessão pública, e que não deve ser
encarada como uma simples Mercadoria!

 

Segundo
balanço da própria Sociedade Mineira de Cultura, publicado no jornal Diário do
Comércio, o superávit da PUC Minas no último período foi de mais de 50 milhões
de reais. Exigimos que este dinheiro seja reinvestido na formação dos alunos,
não aceitaremos cortes ou aumento das mensalidades. Exigimos por parte da
Instituição transparência através da prestação de contas que é nosso direito,
em saber onde este dinheiro está sendo investido. E humanismo para tratar a
situação, com a suspensão imediata das demissões e a abertura do diálogo com
entidades sindicais.

 

Assinam essa nota:

DCE Puc Minas Gestão Voz dos Estudantes III – Coração Eucarístico
DCE Puc Minas Gestão Há quem Sambe Diferente – São Gabriel
DA de Direito – São Gabriel
DA de Direito – Coração Eucarístico
DA de Psicologia – São Gabriel
DA de Psicologia – Coração Eucarístico
DA de Arquitetura e Urbanismo – Coração Eucarístico
DA de Engenharia Mecatrônica – Coração Eucarístico
DA de Geografia – Coração Eucarístico
Chapa eleita FETO de Comunicação – Coração Eucarístico
DA de Ciências Sociais – Coração Eucarístico

DA de Pedagogia – Coração
Eucarístico

DA de Serviço Social – Coração
Eucarístico

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha