Notícias

Estudo mostra que 10% dos assassinatos no mundo em 2012 aconteceram no Brasil

11 de abril de 2014

Aline Leal – Repórter da Agência Brasil 
Edição: Stênio Ribeiro

Mais de 10% de todos os homicídios ocorridos no mundo, em 2012, foram registrados no Brasil, de acordo com o Relatório Global sobre Homicídios 2013,
feito pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc)
sobre dados do ano anterior. De acordo com o relatório, houve 437 mil
assassinatos no mundo, em 2012, dos quais 50.108 no Brasil.

De
acordo com a Unodc, há um cenário de estabilidade no número de
homicídios no país, que ao lado do México, da Nigéria e do Congo está no
segundo grupo de países com maior número de assassinatos do mundo, com
índice de 25 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes. No
primeiro grupo, onde figuram Colômbia, Venezuela, Guatemala e África do
Sul, a situação de violência ainda é pior. Neles, o índice de
assassinatos passa de 30 por 100 mil habitantes.

Enquanto nos
estados do Rio de Janeiro e de São Paulo o índice de homicídios caiu,
respectivamente, 29% e 11%, na Paraíba a taxa cresceu 150%, e na Bahia
houve aumento de 75%. Segundo o estudo, Pernambuco, com redução de 38%,
foi o único estado do Nordeste com queda no número de assassinatos.

No
Brasil, 90% das vítimas de homicídios são homens. O abuso de álcool e
outras drogas, e a disponibilidade de armas de fogo, são apontadas no
estudo como determinantes para que aconteçam os assassinatos.

O
relatório também destaca que o continente americano apresenta uma
importante disparidade entre o total de homicídios cometidos e a
condenação dos responsáveis, já que apenas 24% dos crimes são
solucionados.

O levantamento ressaltou ainda as unidades de
Polícia Pacificadora (UPPs) como uma iniciativa determinante para a
redução dos índices de homicídio em quase 80%, no Rio de Janeiro, entre
2008 e 2012.

Fonte: Agência Brasil

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha