Notícias

Lídice da Mata: regras para aposentadoria rural são escândalo e crueldade

12 de dezembro de 2016

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) criticou duramente as mudanças na Previdência Social. Em discurso no plenário nesta quinta-feira (8), a parlamentar baiana lamentou que a Reforma da Previdência tenha chegado ao Congresso sem que pudesse no mínimo, ser discutida.

Ela criticou as novas regras para a aposentadoria rural. Hoje, além da idade mínima, o trabalhador precisa comprovar 15 anos de atividade no campo, em regime de agricultura familiar ou individualmente, para que tenha direito ao benefício.

“Mas o governo quer agora que, além de respeitarem a idade mínima de 65 anos, eles também passem a contribuir por 25 anos, o que mostra o total desconhecimento da realidade do país”, disse a senadora. Para Lídice, a reforma prejudica justamente os mais pobres, aqueles trabalhadores que nem sempre iniciam a vida com a carteira assinada.

Essa reforma é um escândalo, e muito mais do que isso, é uma crueldade com os trabalhadores, especialmente com as mulheres e trabalhadores rurais”, afirmou.

A senadora acusou o governo de desconhecer a realidade dos trabalhadores (as) rurais no país. “Certamente esse presidente que está aí e sua equipe sequer sabem o que é a vida de um trabalhador rural neste país e como ele chega aos 65 anos de idade sem força para continuar trabalhando. Essa reforma, do jeito que está, expressa a verdadeira face desse governo.”

Escândalo ainda maior, segundo Lídice, é o relator receber uma proposta complexa como a da Reforma da Previdência e em 24 horas apresentar um parecer pela aprovação da matéria. “Isso é típico de governos autoritários”, assinalou.

Fonte: Portal CTB com agências

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Ponte Nova
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Teófilo Otoni
Uberaba
Uberlândia
Varginha