Notícias

Liga Árabe condena ataque ao jornal francês Charlie Hebdo

8 de janeiro de 2015

A Liga Árabe e a Universidade de Al Azhar, a segunda mais antiga do mundo e principal autoridade do Islã sunita, condenaram o atentado terrorista praticado na manhã de quarta-feira (7), em Paris, contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo. Em comunicado, o chefe da Liga Árabe, Nabil Al Arabi, informou que “condena energicamente o ataque”.

 

 

A universidade também condenou o que chamou de “ataque criminoso”, afirmando que “o Islã denuncia qualquer violência” e que “não aprova o uso da violência, mesmo em resposta a qualquer ofensa cometida contra os sentimentos sagrados dos muçulmanos”.

O ataque, praticado por três homens encapuzados e fortemente armados, causou a morte de pelo menos 12 pessoas que estavam na redação do jornal francês, entre elas o diretor da publicação, Stéphane Charbonnier, de 47 anos. Segundo testemunhas, os agressores gritaram “vingamos o profeta”. Charges do profeta Maomé publicadas pelo jornal já haviam gerado fortes protestos entre a comunidade muçulmana no passado.

O Conselho Francês do Culto Muçulmano (CFCM), instância representativa dos muçulmanos da França, qualificou de “ato bárbaro” o atentado ao jornal Charlie Hebdo. “Este ato bárbaro de extrema gravidade é também um ataque contra a democracia e a liberdade de imprensa”, acrescentou o conselho.

O CFCM é a primeira comunidade muçulmana da Europa, com mais de 3 milhões de membros. Apesar da repercussão, até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do atentado.

Fonte: Agência Brasil

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha