Notícias

Marista Dom SilvérioAudiência no MPT será em 21/6

2 de junho de 2011

A audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT) para discutir a demissão de duas professoras no Marista Dom Silvério foi agendada para 21 de junho (terça-feira), às 10 horas.  O órgão intimou a instituição de ensino para prestar esclarecimentos sobre a demissão, ocorrida em 30 de março, um dia após o encerramento da greve dos professores da rede privada.

“É importante que o Ministério Público do Trabalho se manifeste. Acredito que o veredicto será favorável e a manifestação irá reforçar a luta contra demissões por causa de greve. Para o movimento sindical, é crucial que o fato seja esclarecido e que impere a verdade. Temos clareza de que foi uma demissão em função da greve. Tanto é que, dois dias antes, dissemos à Celina [diretora do Sinpro Minas] que a decisão já tinha sido tomada pela instituição de ensino”, afirmou Jacqueline Cavaca Soares, uma das demitidas.

Para Márcia Cristina Braga, também demitida, a audiência é importante para não deixar o assunto “cair no esquecimento”. “Vou continuar lutando para que o problema seja resolvido e a justiça prevaleça”, disse.

Afronta ao direito de greveNa época, centenas de estudantes fizeram manifestações na porta da escola. Eles declararam apoio às professoras e exigiram a reintegração delas. Criticaram, ainda, a posição da escola. Mesmo assim, a direção do Marista manteve a postura arbitrária e disse, em reunião no sindicato patronal, que a decisão era irrevogável, reforçando o clima de tensão no ambiente escolar. 

Em nota, o Sinpro Minas repudiou as demissões, ocorridas em decorrência da adesão ao movimento grevista. O sindicato ressaltou que a decisão afronta de forma inequívoca o direito constitucional de organização e greve dos trabalhadores e corrobora a prática de repressão e assédio moral (clique aqui para lê-la). 

A audiência foi solicitada pelo Sinpro Minas e será na sede do MPT (Rua Bernardo Guimarães, 1615, Funcionários – BH), às 10 horas.

A equipe da TV Sinpro acompanhou os protestos dos estudantes. Confira abaixo.

  • Clique aqui e saiba mais sobre as manifestações dos alunos.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Opinião Sinpro Minas
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha