Notícias

MEC tem menor investimento em 9 anos e não usa o dinheiro disponível

23 de fevereiro de 2021

Por Carta Capital

O Ministério da Educação teve em 2020 o menor dinheiro em caixa desde 2011 e, mesmo assim, não usou todo o recurso disponível. A informação consta em relatório feito pela organização Todos pela Educação, que foi divulgado no domingo 21.

Ao todo, foram destinados 143,3 bilhões de reais ao MEC no ano passado. Antes, o menor valor havia sido em 2011, com 127,6 bilhões.

A pasta, no entanto, usou 116,5 bilhões de reais, ou 81% do valor total em 2020.

Promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro, o ensino básico foi o que teve menor investimento no ano passado. Dos 42,8 bilhões disponíveis, o MEC destinou apenas 32,5 bilhões (71%).

A ineficiência na gestão do MEC durante a pandemia poderá agravar ainda mais as políticas de médio e longo prazo da educação no País, aponta outro relatório feito pela ONG.

O MEC ainda não se pronunciou sobre o relatório.

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Eventos
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha