Notícias

Metade dos brasileiros já se informa pela internet

10 de março de 2014

Najla PassosArquivo

Brasília – A internet
já é o principal meio de informação para metade dos brasileiros (47%),
segundo a Pesquisa Brasileira de Mídia 2014, da Secretaria de
Comunicação Social (Secom) da Presidência da República. A TV continua
como o meio de comunicação que mais atinge a população do país (97%),
seguida pelo rádio (61%), mas ambos perdem terreno entre o público mais
jovem, justamente onde a internet avança. Já os veículos impressos
patinam em todas as faixas etárias: só 6% dos brasileiros leem jornal
diariamente e apenas 1%, revistas.A internet ganha mais peso
quando os entrevistados indicam o meio de comunicação preferido, ainda
que a quase totalidade deles usem mais de um para se informar. A TV
continua na dianteira (76,4%), seguida pela internet (13,1%), pelo rádio
(7,9%), pelos jornais impressos (1,5%) e pelas revistas (0,3%). Na
internet, 32% dos entrevistados apontam as redes sociais como meio
preferido, inclusive, para se informar.“Todos nós tínhamos ideia
clara que a importância da internet na informação vinha crescendo. Como
não temos pesquisa anterior do mesmo tamanho, não se pode fazer uma
comparação, mas se pode hoje dizer que sim, quase metade dos brasileiros
se informa e usa a internet como meio cotidiano e rotineiro da
informação. Isso é muito importante tanto para as políticas de
comunicação quanto como retrato de como o brasileiro se informa”,
afirmou o ministro-chefe da Secom, Thomas Traumann.A pesquisa é a
maior do gênero já realizada no país e a primeira que mostra de forma
clara em que meio o brasileiro busca informações. O trabalho de campo
deu-se entre os dias 12 de outubro e 6 de novembro de 2013, quando 200
pesquisadores aplicaram 75 perguntas a 18.312 brasileiros em 848
municípios, de todas as unidades da federação. A elaboração do
questionário, a coleta de dados, a checagem e o processamento dos
resultados estiveram a cargo do IBOPE Inteligência, contratado pela
Secom, por meio de licitação.O estudo mostra que a maior parte
dos brasileiros assiste TV todos os dias da semana (65%). A pesquisa
aponta também que 31% dos lares brasileiros são atendidos por um serviço
pago de TV, em contraste com a ampla presença da TV aberta, que está em
91% dos domicílios. Em  24% dos casos, há os dois serviços. No
caso do rádio, um em cada cinco brasileiros (21%) ouve todos os dias,
enquanto dois quintos (39%) nunca o fazem. Tal como a TV, o hábito é
maior entre os mais velhos: sobe de 15% entre os mais jovens para 26%
entre a população com mais de 65 anos.O estudo mostra ainda que a
mídia impressa desaparece aceleradamente da preferência dos
brasileiros: 76% nunca leem jornais e 85%, revistas. Enquanto 24% ainda
leem jornais pelo menos uma vez por semana, no caso das revistas o
índice cai para 7%. Entre os jornais mais citados pelos entrevistados,
figuram os meios regionais, que priorizam notícias locais. O Extra, do
Rio de Janeiro, foi o mais lembrado, contando com 7,5% dos leitores. O
Globo foi citado por apenas 3,5% dos entrevistados, a Folha de S. Paulo,
por 1,3%, e o Estado de São Paulo, por 1,1%. Dentre as revistas, a Veja
foi lembrada por 25,5% dos leitores, seguida pela Caras, citada por
9,3%.

Créditos da foto: ArquivoFonte: Carta Capital

COMENTÁRIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Categorias

Artigo
Ciência
COVID-19
Cultura
Direitos
Educação
Entrevista
Geral
Mundo
Opinião
Política
Programa Extra-Classe
Publicações
Rádio Sinpro Minas
Saúde
Sinpro em Movimento
Trabalho

Regionais

Barbacena
Betim
Cataguases
Coronel Fabriciano
Divinópolis
Governador Valadares
Montes Claros
Paracatu
Patos de Minas
Poços de Caldas
Pouso Alegre
Sete Lagoas
Uberaba
Uberlândia
Varginha